Rondônia, - 02:02

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
Notícias da Amazônia
Em um ano, mais de 340 visitantes foram flagrados ao tentar entrar com ilícitos em presídios do AC
Entre os ilícitos estão drogas, celulares, chips e cartões de memória. Dados de flagrantes em 2019 foram divulgados ao G1, pelo Iapen
Publicado Terça-Feira, 14 de Janeiro de 2020, às 10:24 | Fonte Iryá Rodrigues 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Foto: Aline Nascimento/G1

Em um ano, mais de 340 visitantes foram flagrados ao tentar entrar com ilícitos em presídios do AC

Em 2019, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) flagrou 348 pessoas tentando entrar com materiais ilícitos em presídios do estado, segundo dados repassados ao G1.

Entre os ilícitos estão drogas, celulares, chips e cartões de memória. Segundo o Iapen-AC, desde o final do ano passado, uma portaria suspendeu a entrada de tabaco dentro das unidades e visitantes também foram flagrados insistindo em entrar nos presídios com o produto.

Ainda de acordo com o órgão, na capital acreana, Rio Branco, a maioria das prisões em flagrante nos dias de visita são de pessoas tentando entrar com drogas. No caso de celulares, a maioria de flagrantes foi registrada em Sena Madureira, no interior do Acre.

Os visitantes usam diversas formas para tentar entrar nas unidades com os ilícitos. As mais comuns são escondidas nas partes íntimas e também na comida que seria levada para presos.

Como foi o caso de Isvonete Campos do Nascimento, presa em janeiro do ano passado, tentando entrar com drogas no Presídio Francisco D' Oliveira Conde, em Rio Branco, escondida no pote de arroz. Na época, o Iapen informou que ela levaria a droga para o marido.

E da Maria Antônia da Silva, presa em novembro, ao tentar entrar no presídio de Rio Branco com três barras de maconha escondidas nas partes íntimas. O flagrante aconteceu após a suspeita passar por scanner corporal.

Na maioria das vezes, são mulheres que são flagradas tentando levar os objetos e substâncias ilegais. Mas também teve o caso do Adailton da Silva Ferreira, de 27 anos, preso em abril de 2019.

Ele escondia dois "macarrões" de maconha na roupa quando tentava entrar na Unidade Penitenciária Feminina de Rio Branco para visitar a irmã.

Conforme o Iapen, em todos os casos, os visitantes têm a carteira cancelada permanentemente e são levados para a Delegacia de Flagrantes, no caso de Rio Branco, ou para a delegacia da cidade. Além disso, sempre um procedimento administrativo é instaurado para apurar o caso.





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Notícias da Amazônia


CIBE e Corinthians-AP vencem na abertura do Campeonato Amapaense de Basquete Feminino
Resultados deixam as equipes na liderança da competição ...


Polícia conclui inquérito da morte de adolescentes achados em cova no interior do AC e seis são indiciados
Indiciados devem responder por duplo homicídio, organização criminosa, ocultação de cadáver...


Parauapebas recebe cinema itinerante com sessões, pipoca e refrigerante gratuitos
Nos dias 22, 23 e 24 de janeiro, a sala de exibição ficará localizada na Avenida Castanheira, ao lado da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nelson Mandela...


Prefeitura publica edital de licitação do sistema de transporte público de Belém
O valor da concorrência supera os R$ 3 bilhões. Atualmente, o serviço de transporte público de Belém é feito pelo sistema de autorizações por ordem de serviço...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE