Rondônia, - 01:27

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Mark Zuckerberg não concluiu seus desafios para 2019; relembre
O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, fez o que muitos brasileiros repetem sempre ao iniciar um novo ano: em 8 de janeiro, ele detalhou em sua página na rede...
Publicado Segunda-Feira, 2 de Dezembro de 2019, às 12:04 | Fonte TecMundo 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Divulgação/ Internet

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, fez o que muitos brasileiros repetem sempre ao iniciar um novo ano: em 8 de janeiro, ele detalhou em sua página na rede social quais seriam os seus objetivos para o ano de 2019. A ideia do executivo foi muito justa, afinal ele se comprometeu a trazer discussões sobre o futuro da tecnologia na sociedade ao lado de algumas personalidades fortes do mercado. No entanto, muitos encontraram alguns problemas enquanto ele cumpria esse desafio.

"Meu desafio para 2019 é sediar uma série de discussões públicas sobre o futuro da tecnologia na sociedade - as oportunidades, os desafios, as esperanças e as ansiedades", explicou Zuckerberg na postagem que planejava o seu ano. "A cada poucas semanas, converso com líderes, especialistas e pessoas em nossa comunidade de diferentes campos e tentarei diferentes formatos para mantê-lo interessante", explicou.

O CEO definitivamente buscou cumprir esse objetivo. No blog oficial do Facebook, é possível acompanhar algumas rodas de discussões em inglês em que ele levou esse tópico para a mesa. Os problemas começam quando, em 11 meses, ele só realizou seis debates — furando uma de suas promessas de continuar esse desafio "a cada poucas semanas". O formato também não foi muito inovador: em todas as ocasiões, Zuckerberg se sentou com um ou dois representantes em conversas que seguiam o mesmo fluxo de discussão e apresentação.

O Bloomberg também criticou que, entre todas as oportunidades de conversas, houve pouca diversidade nas escolhas pelo CEO. A única exceção ficou com Jenny Martinez, uma das representantes da Escola de Direito de Stanford, que foi a única mulher entre os nove convidados. O fato só reforça que o dono do Facebook levou o tópico para executivos que eram muito parecidos com ele — homens brancos entre seus 30 a 40 anos, como reforça o site.

Apesar disso, os pontos abordados viajaram entre tecnologia biológica, jornalismo e conteúdo na internet. Zuckerberg de fato lançou questionamentos sobre as oportunidades, desafios, esperanças e ansiedades de cada uma dessas áreas, mas talvez o caminho não agradou a muitos.

Apesar disso, 2020 está chegando e, com ele, a chance de trabalhar em novas discussões e desafios. E você? O que gostaria que o dono do Facebook falassse e debatesse no próximo ano?





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Tecnologia e Vida Digital


EUA pode impedir fusão entre Facebook, Instagram e WhatsApp
Em janeiro de 2019, surgiu a informação de que o Facebook poderia integrar o mensageiro da rede social com outras......


Google Podcasts ganha aba com recomendações de episódios
O Google Podcasts foi lançado em julho ano passado sem muitas funcionalidades presentes em concorrentes,.....


Segurança: Google lança ferramenta anti-spam para SMS
A Google lançou nesta quinta-feira (12) uma nova ferramenta de segurança, que permite às companhias o envio de SMS com verificação anti-spam...


4 anos depois, Twitter libera suporte às Live Photos do iPhone
O Twitter anunciou, na última quarta-feira (11), que já está disponível o suporte ao recurso Live Photos na plataforma...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE