Rondônia, - 01:37

 

Você está no caderno - Artigos
Artigos
Balé da Funcultural + Clássicos da literatura ganham versões em quadrinhos + Lenha na Fogueira
Terça feira dia 12, em duas votações, foi aprovado o Projeto de Lei que torna a Banda do Vai Quem Quer como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Rondônia
Publicado Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019, às 11:54 | Fonte Sílvio Santos 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Divulgação/ Internet

Terça feira dia 12, em duas votações, foi aprovado o Projeto de Lei que torna a Banda do Vai Quem Quer como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Rondônia.

**********

Alguns meses atrás, foi pro plenário e lá, um deputado pediu vistas!  Mas ontem aprovou.

**********

A Banda que já era Patrimônio Cultural Imaterial do Município de Porto Velho, agora passa a ser Patrimônio do Estado de Rondônia. Obrigado deputados em especial, ao Deputado Eyder Brasil.

*********

Aquela reunião, entre a prefeitura/Funcultural de Porto Velho e governo estadual/Sejucel e carnavalescos das escolas de samba, marcada para acontecer na manhã de ontem 13, em virtude de compromisso de última hora, do superintendente Jobson Bandeira foi transferida para hoje 14, às 8 horas.

***********

Como também está agendada 10 horas de hoje, reunião entre carnavalescos, Funcultural e o presidente da ALE deputado Laerte Gomes, os representantes das escolas de samba com certeza, vão madrugar na porta do CPA.

**********

Quem anda meio afastado das reuniões que dizem respeito aos desfiles das escolas de samba no carnaval de 2020, é o presidente da Acadêmicos da São João Batista Alberto Rodrigues o Pai Beto.

*********

Talvez, seja porque ele anda muito atarefado com os preparativos do aniversário do empresário DEEP no qual a São João Batista fará apresentação especial. A festa do distribuidor dos produtos Aurora vai acontecer justamente no dia do jogo da final da Libertadores da América entre Flamengo X River Plate.

*********

Segundo Pai Beto a apresentação da escola no Aniversário, só acontecerá após o término do jogo. A festa vai acontecer na sede do Clube Ypiranga na Estrada da Penal.

*********

Aliás, o ensaio geral da escola de samba São João Batista para a festa do DEEP, vai acontecer amanhã sexta feira 15, as 20 horas, no Parque dos Tanques.

*********

Só depois do aniversário do DEEP é que a direção da azul e branco vai divulgar o Tema Enredo da escola para o carnaval de 2020. Será que o Claudio Rocca vai desfilar cantando o refrão: “Se você fosse sincera, ô ô AURORA”.

********

Por falar nisso, o presidente da Federação das Escolas de Samba – Fesec Reginaldo Cardoso – Makumbinha, informou que depois que a Império do Samba com o aval do carnavalesco João Big e do Presidente Mirim fechou com o compositor Silvio Santos só está faltando a São João Batista divulgar o seu tema, para a Federação providenciar a divulgação do cronograma de lançamento das obras.

*********

Por falar em Samba, após a coluna de ontem, meu amigo Altair dos Santos Lopes o Tatá o homem que cuida dos desfiles das escolas de samba na Funcultural, informou que o Presidente Antônio Ocampo convocou reunião, para tratar da Comemoração do Dia Nacional do Samba.

*********

Como o dia 2 de dezembro, cairá numa segunda feira, provavelmente, a Funcultural vai fechar parceria com a coordenação do Projeto Samba Autoral para juntos, promoverem a festa pelo Dia Nacional do Samba no dia 7 de dezembro.

********

Pelas conversas de bastidores, acho que a parceria será firmada e assim, o Dia do Samba não passará em branco este ano em Porto Velho.

*********

Sugiro que a Funcultural aproveite a festa do Samba para homenagear o sambista Antônio Chagas Campo – Cabeleira com a Comenda “Tributo ao Menestrel”.

**********

Cabeira completou 80 anos de idade, no dia 10 de setembro e além de ter sido o primeiro Mestre Sala de uma escola de samba em Porto Velho, é um dos fundadores da escola de Samba Os Diplomatas que no dia 4 de novembro passado, completou 61 anos.

*********

Cabeleira é o criador da Federação das Escolas de Samba – Fesec e é o atual presidente da escola de samba Acadêmicos do Armário Grande. O município e a cidade de Porto Velho devem essa homenagem ao Magnífico Mestre Sala Cabeleira.

*********

Ontem o CPA foi tomada por mais de 100 jovens estudantes, que vieram conhecer Porto Velho por terem participado do Concurso de Redação promovido pelo governo estadual via Setur “Redação Turismo”.

*********

Com os alunos, vieram mais de 50 professores de diversas escolas públicas do estado de Rondônia. Os jovens estudantes apesar da viagem cansativa, ficaram felizes com o tour turístico pelo Centro Histórico de Porto Velho, Memorial Rondon e outros atrativos que a cidade de Porto Velho oferece. Parabéns a equipe da Setur comandada pelo superintendente Gilvan Pereira.

*********

Agora vamos participar da reunião com o presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia – ALE deputado Laerte Gomes. Salve literalmente os Desfiles das nossas escolas de samba!

Balé da Funcultural realizará apresentação no próximo dia 24 

A Prefeitura de Porto Velho, através do Balé da Fundação Cultural (Funcultural), realizará no dia 24 de novembro a apresentação do espetáculo Floresta Amazônica, que acontecerá no Teatro Guaporé, com entrada franca.

Como forma de propagar a arte da dança no município, o grupo de Balé da Funcultural, realizará a apresentação a partir das 18h, onde várias crianças poderão apresentar os seus talentos.

A equipe da Funcultural também está encarregada da coordenação da Cantata de Natal. Os técnicos da entidade estão convocando os dirigentes de Coral para comunicarem à coordenação o desejo de participar das apresentações que este ano vão acontecer na Passarela do Espaço Alternativo.

Clássicos da literatura ganham

versões em quadrinhos

Francisco Vilachã lança, pela Editora do Brasil, Civilização e outros contos de Eça de Queiroz com adaptação em quadrinhos. Além do formato em HQ, o livro também traz breves trechos de grandes obras do autor lusitano, recolhidos de outros livros e escritos, em gêneros literários diversos.

“Civilização” conta a história de Jacinto, um homem novo e culto que possui milhares de livros em sua biblioteca pessoal, além de sofisticados aparelhos inventados pela modernidade. Apesar disso, a vida de Jacinto era tediosa e infeliz, um exemplo dos problemas trazidos pela evolução das civilizações: menos problemas para ter comida e moradia e mais problemas relacionados à saúde mental. 

Jacinto quer recuperar seu ânimo e abandonar a civilização, deixando para trás o tédio que o consome. Ele separa os utensílios que considera indispensáveis e se isola, acostumando-se aos poucos a um estilo de vida campestre. A transformação do protagonista acontece quando ele tem contato com a beleza e simplicidade do campo e retoma sua alegria de viver.

A história clássica, publicada pela primeira vez em 1892 é revisitada e acompanhada das artes de Francisco Vilachã, que preenche as páginas em tons de cinza e toques de cores sóbrias. 

Além de “Civilização”, o livro traz ainda as adaptações dos contos “O tesouro” e “No moinho”. Um convite ao jovem leitor para conhecer mais sobre as obras de Eça de Queiroz, considerado um dos maiores romancistas de toda a literatura portuguesa. O primeiro e principal escritor realista lusitano, que além de escritor e ensaísta, trabalhou como jornalista e chegou a ocupar cargos políticos.

O lançamento também traz trechos do romance A Cidade e as Serras, uma crônica de 1888, um poema, uma correspondência fictícia e um trecho de um dos últimos livros de Eça de Queiroz, A Correspondência de Fradique Mendes.

Civilização e outros contos de Eça de Queiroz faz parte da coleção HQ Brasil, criada para aproximar os leitores de dois universos aparentemente distintos: o da literatura clássica e o das histórias em quadrinhos. Com uma linguagem gráfica moderna e ágil, os livros que compõem esse selo apresentam textos consagrados, autores cultuados e histórias muito conhecidas em um formato altamente contemporâneo e dinâmico. Um convite irrecusável para conhecer um pouco da obra de grandes artistas.


Sobre Francisco Vilachã

Francisco Vilachã nasceu no Rio de Janeiro (RJ) em 1953 e publicou sua primeira HQ na revista O Bicho e passou a colaborar com publicações de suspense e terror na revista Spektro e com as séries fantásticas da editora Grafipar. Mudou-se para São Paulo para trabalhar como ilustrador em meados dos anos 1980 e com o roteirista Ronaldo Antonelli editou a histórica InterQuadrinhos, revista exclusivamente feita por artistas nacionais.

 Ficha Técnica

Civilização e outros contos de Eça de Queiroz

Adaptação: Francisco Vilachã

Número de Páginas: 80

Preço: R$47,90 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Artigos


Weintraub, um ministro que desmente a esquerda e enquadra universidades que têm plantação de maconha + Bom dia, covarde e canalha
WEINTRAUB, UM MINISTRO QUE DESMENTE A ESQUERDA E ENQUADRA UNIVERSIDADES QUE TÊM PLANTAÇÃO DE MACONHA ...


Abuso de autoridade + DNIT perde coordenador de Engenharia para o TCE + Juiz de Garantias
Recém empossado no cargo de coordenador substituto de Engenharia do DNIT Rondônia, o engenheiro André Italiano de Albuquerque foi......


Operação da PF na ALE seria a prisão do ex presidente Carlão de Oliveira + Nazif: ataques á Aneel e Energisa + Para Mosquini, foi uma vitória
OPERAÇÃO QUE CHEGOU À ASSEMBLEIA TERIA COMO META PRINCIPAL A PRISÃO DO EX PRESIDENTE CARLÃO DE OLIVEIRA ...


Edgley Acústico e as homenagens da ACRM + Parque Circuito recebe programação gratuita de Natal
A Superintendência Estadual de Turismo – SETUR em parceria com o SEBRAE realiza, na tarde desta quarta feira 11,.....

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE