Rondônia, - 05:15

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
Notícias da Amazônia
Livros publicados pela Ioepa são sucesso de venda na Feira do Livro
O lançamento de 10 títulos inéditos e os relançamentos de outros quatro livros marcou de forma positiva a participação da nova gestão...
Publicado Terça-Feira, 10 de Setembro de 2019, às 18:00 | Fonte Governo do Estado do Pará 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Foto: Ricardo Amanajás / AG. Pará

O lançamento de 10 títulos inéditos e os relançamentos de outros quatro livros marcou de forma positiva a participação da nova gestão da Imprensa Oficial do Estado do Pará (Ioepa), na 23ª Feira do livro e das Multivozes, ocorrida de 24 de agosto a 1º de setembro, no Hangar – Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém do Pará.

De acordo com a gerente de comercial da Ioepa, Neide Almeida, o estande da Imprensa Oficial teve uma das participações mais marcantes em todas as edições do evento. Ela destacou o livro de crônicas “Flauta de Bambu”, do paraense Haroldo Maranhão, como o recordista de vendas das publicações ofertadas este ano pela editora pública durante o evento.

Ela informou ainda outros lançamentos que tiveram uma boa vendagem: “A Colônia União e a Luta Pela Terra na Rodovia Belém-Brasília”, uma obra que resgata o conflito agrário de uma ocupação ocorrido naquela rodovia entre as décadas de 80 e 90, escrita por Marcos Carmo de Almeida; e “Heróis do País da Cabanagem”, poesias em forma de cordel de Jehtro Fagundes.

“Houve um aumento de 30% nas vendas dos livros da Ioepa este ano, em relação ao ano passado”, informou Neide Almeida. Alguns livros do acervo da Ioepa, como “Cabanagem – Documentos Ingleses”, de David Cleary; “Romanceiro da Cabanagem”, poesias de José Ildone; e “Sátiras de um Ribeirinho/Líricas Ribeirinhas e Outras Margens”, de Cláudio Rendeiro, também tiveram vendas expressivas, segundo Neide Almeida.

Chuva de livros – Quem conhece Belém do Pará, dizer que a chuva é uma presença diária na cidade não é um exagero, nem uma figura de linguagem, mas sim, uma constatação. Sendo assim, não há estranhamento na definição do presidente da Ioepa, Jorge Panzera, acerca da realização da 23ª Feira do Livro e das Multivozes.

“Belém viveu uma chuva de livros; com a programação espetacular realizada pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult), comandada pela secretaria Úrsula Vidal. Livros e literatura de vozes diversas tomaram conta de nossa cidade. Nós, da Imprensa Oficial, tivemos a alegria de participar desse movimento importante que a sociedade paraense, em especial a de Belém, viveu em torno do livro e da literatura, da escrita, da ciência e do conhecimento”, definiu.

Jorge Panzera destacou como momentos mais importantes para a Ioepa e para os paraenses, a assinatura do decreto pelo governador Helder Barbalho, na abertura da 23ª Feira do Livro (24 de agosto), outorgando à Imprensa Oficial a capacidade de produzir e imprimir livros, com a criação da Política Pública Literária do Estado do Pará.

Além disso, ocorreu o lançamento do edital Prêmio Literário Dalcídio Jurandir 2019, que premiará obras literárias inéditas sobre a cultura e a literatura paraenses. “Criar a editora e lançar o Edital Dalcídio Jurandir foram dois grandes acontecimentos; que serão memoráveis não só para essa Feira o Livro, mas para o futuro da caminhada da Ioepa e do Estado do Pará”, definiu Jorge Panzera.

Editora pública – Moisés Alves, da equipe de coordenação da editora pública da Ioepa, informou que a Ioepa negociou os direitos autorais de outra obra de Haroldo Maranhão, que também está fora de catálogo: “Os Anões”. “Então, este outro livro também será publicado pela Ioepa futuramente. Logo que pudermos, vamos oferecer ao público paraense mais um livro desse escritor, que estava ausente das nossas vidas”, disse Moisés Alves.

Ele destacou a importância do lançamento do Edital Prêmio Dalcídio Jurandir 2019  para novos escritores e os que têm trabalhos inéditos e não conseguem publicar. “Acreditamos que, por meio de concorrência pública, nós damos chances iguais para todo mundo, para todo o Estado. E esse é o objetivo principal desse nosso primeiro edital: deixar vir a público, livros e trabalhos inéditos”, observou Moisés Alves.

O edital foi lançado na quinta-feira, dia 27 de agosto, e contará com a premiação de 13 livros, sendo 12 em prosa (um livro para cada microrregião do Estado); e uma coletânea de poesias com pelo menos 10 poesias de um autor de cada uma dessas microrregiões do Pará.

Mais duas feiras – Os próximos passos da editora da Ioepa já estão sendo planejados: a participação em mais duas edições da 23ª Feira do Livro e Multivozes, que estão sendo preparadas para as cidades de Marabá e Santarém, nos meses de setembro e novembro, respectivamente.

“Para as feiras que ocorrerão em Marabá e Santarém, o público terá acesso ao estande da Ioepa e haverá o lançamento de livros de autores das duas cidades”, informou Moisés Alves, que ressaltou qual é a missão da editora pública:

“Nós vamos preparar mais a cultura do livro, da literatura, da ciência e da cultura como elementos centrais da valorização da pessoa. O poeta João de Jesus Paes Loureiro, o nosso homenageado na Feira do Livro deste ano, disse que o livro ‘é a felicidade encadernada’. E nós queremos dizer aos escritores que produzam as suas felicidades, que vamos estar abertos para, na medida do possível, encaderná-las e direcioná-las à sociedade paraense e fazer girar a roda da cultura do livro, da leitura e da sabedoria, para melhorar a vida das pessoas”, concluiu Moisés.

Serviço: O público do Pará e do Brasil pode obter informações e/ou adquirir todas as obras (lançamentos e acervo) por meio da Loja da Ioepa em Belém, na travessa do Chaco, 2271, no bairro do Marco, telefone (91) 4009-2810. Ou pelo site da Ioepa (www.ioepa.com.br).

Por Ailson Braga (IOE)
 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Notícias da Amazônia


Acre teve quase 700 km² de área desmatada entre agosto de 2018 a julho 2019
Dados são de um levantamento do Inpe. Secretaria de Meio Ambiente do estado diz que vai reforçar ações de combate e educação ambiental...


Jovem é esfaqueado no pescoço e tem celular roubado durante assalto em Boa Vista
Crime foi por volta de 8h, em uma rua no bairro Pricumã, zona Oeste da capital...


Sucuri de 3 metros é encontrada por moradora no depósito da casa onde mora em Macapá
Flagrante aconteceu nesta terça-feira (26), no bairro Novo Horizonte. ...


Há mais de 10 anos não recebo presente, diz idoso de abrigo em campanha de Natal no Amapá
Fim de ano do Abrigo São José busca presentear cerca de 62 idosos que vivem no local. Campanha viralizou na web e presentes mais pedidos são relógios e rádios...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE