Rondônia, - 18:51

 

Você está no caderno - Porto Velho
Política Rural discute o cooperativismo
Comissão de Agropecuária e Política Rural discute o cooperativismo
Criação de Frente Parlamentar do Cooperativismo na Assembleia é anunciada
Publicado Quarta-Feira, 12 de Junho de 2019, às 13:58 | Fonte da Redação 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

José Hilde-Decom-ALE-RO

A Comissão de Agropecuária e Política Rural (CAPR) se reuniu na manhã desta quarta-feira (12), no plenarinho 2, quando discutiu alguns temas ligados ao cooperativismo. O presidente da CAPR, Cirone Deiró (Podemos), conduziu a reunião, com as presenças dos deputados Adelino Follador (DEM) e Lazinho da Fetagro (PT).

 

A Comissão recebeu dois representantes da União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes), Alcidir Mazutti Zanco, Sandro Souza da Silva e Nildo Pereira de Araújo. A entidade atua em 19 Estados e está se fortalecendo em Rondônia.

 

"O cooperativismo tem crescido em Rondônia e esta Comissão tem atuado em sintonia com as necessidades e os desafios do setor produtivo. A Assembleia tem realizado ações efetivas, a exemplo de audiência pública para debater o preço do leite e outras atividades", destacou Cirone.

 

A questão do marco legal das cooperativas foi abordada. "Existe um problema de que muitos comparam cooperativa com empresa, o que deixa o setor cooperativista vulnerável. Isso tirou das cooperativas a sua principal missão: promover a junção das pessoas em torno de um ideal", explicou Alcidir, acrescentando que a interpretação do Governo para a atuação das cooperativas, tem impedido de receber benefícios como o recebimento de emendas.

 

Lazinho disse que tenta, desde o começo de seu primeiro mandato, sensibilizar o Governo a mudar a interpretação da lei federal, até agora sem sucesso. "A forma como se entende a legislação em Rondônia, é diferente de todos os demais Estados do país. Ao meu ver, o desafio não é o de mudar a lei, mas fazer com que ela possa ser encarada da forma correta", completou.

 

Alcidir disse que a integração entre as cooperativas, para acesso aos mercados, é um desafio para Rondônia. "A Unicafes representa cerca de 10 mil cooperados, com uma demanda cada vez maior e uma força organizacional enorme. Dá certo, temos que tornar essa política no centro do Governo", ressaltou.

 

Cirone Deiró informou que, por iniciativa da Comissão, será criada a Frente Parlamentar de Defesa do Cooperativismo, para alavancar o setor cada vez mais.

 

Nildo Pereira, que é produtor rural, diretor de uma cooperativa em Cacoal e integra a Unicafes em Rondônia, disse que recentemente, foi criada a federação, dando mais forças para o setor.





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Porto Velho


Comarca de Cerejeiras promove oficinas para famílias em processo de separação
O apoio necessário às famílias que passam por processo judicial de separação é garantido com o atendimento psicossocial do próprio Poder Judiciário...


MP convoca proprietários rurais para assinatura de termos para recuperação de matas ciliares às margens do Rio Mororó
Após a Audiência Pública realizada no dia 12 de agosto deste ano, para discutir os danos ambientais causados ao Rio Mororó......


Biblioteca Francisco Meirelles suspende atendimento nesta quinta e sexta-feira
Atividades retornam normalmente na próxima segunda-feira ...


Começa júri de agricultor que matou ex-esposa enforcada e pendurou corpo dentro de casa, em RO
Júri acontece no Fórum de Jaru, a 290 quilômetros de Porto Velho. Crime ocorreu em 2017...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE