Rondônia, - 05:00

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Futuro ministro Marcos Pontes diz que privatizar Correios 'não está na pauta'
Publicado Quinta-Feira, 6 de Dezembro de 2018, às 19:40 | Fonte Olhar Digital 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=357897&codDep=41" data-text="Futuro ministro Marcos Pontes diz que privatizar Correios 'não está na pauta'
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)


O tenente-coronel da reserva e ex-astronauta Marcos Pontes, futuro ministro da ciência e tecnologia do presidente eleito Jair Bolsonaro, concedeu entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, 6, em Brasília, na sede do comitê de transição do governo. Entre outros assuntos, Pontes comentou a possibilidade de privatização dos Correios.

A estatal tem papel chave nas entregas de compras online em marketplaces e importações de eletrônicos. Nos últimos anos, os Correios sofreram com prejuízos bilionários, até finalmente registrar lucro líquido de R$ 163 milhões em agosto deste ano. Mesmo assim, há quem acredite que a empresa deva ser privatizada.

Pontes confirmou a jornalistas (via Poder360) que os Correios vão continuar subordinados ao Ministério da Ciência e Tecnologia, mas disse que a privatização da empresa "não está na pauta" da equipe de governo "por enquanto". O futuro ministro não quis dar mais detalhes sobre o assunto.

Além disso, Pontes afirmou que o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), que atualmente é subordinado ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, deve passar para a sua responsabilidade durante o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Já a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) continuará com o Ministério da Educação, e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) também vai permanecer com a pasta de Ciência e Tecnologia, assim como funciona atualmente.

Acordo de Paris

Marcos Pontes também comentou a possibilidade de o Brasil sair do Acordo de Paris, tratado entre 195 países assinado em 2015 que estipula metas para a redução na emissão de gases do efeito estufa. O presidente eleito Jair Bolsonaro já comentou em situações passadas que pode deixar o acordo se a "soberania" do país estiver "ameaçada".

"Nós temos dentro da comunidade científica uma participação muito grande em estudos e análises de clima e a importância do desenvolvimento sustentável como um todo", declarou Pontes, segundo reportagem da Agência Brasil.

"Essas informações todas vão ser levadas ao presidente. Logicamente quem tem poder de decisão é o presidente, mas nós temos a obrigação, vamos dizer assim, trabalhando com ciência, informar tudo sobre esses assuntos, inclusive", acrescentou o futuro ministro.

Além disso, Pontes também comentou a desistência do Brasil de sediar a COP-25 (Conferência das Partes da Convenção do Clima das Nações Unidas), marcada para novembro de 2019. A decisão foi tomada pelo atual presidente Michel Temer, mas teve apoio de Bolsonaro.

"Existem, do nosso ponto de vista, da ciência e tecnologia, pontos favoráveis para que a gente faça isso [realização da COP-25], mas logicamente a decisão é sempre do presidente, e a gente respeita as decisões", declarou Pontes.

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Firefox 64: veja as melhorias trazidas na nova edição do navegador
Recomendações baseadas nos hábitos de navegação e impacto de consumo de energia por aba aberta estão entre as novidades. ...


Disposto a aprender? Então torne-se um profissional de Desenvolvimento Web e garanta um bom emprego
...


Criadores de conteúdo do Instagram ganham novos recursos de análise e filtros
Mas, por enquanto, somente para grandes influenciadores e celebridades...


Brasil tem a maior carga tributária do mundo sobre internet fixa e móvel
Estudo aponta que os tributos no Brasil representam quase o triplo da média mundial. Estudo leva em conta a carga tributária de 162 países...

 
 
 

 

Ads Emro Noticias 1



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE