Rondônia, - 02:15

 

Você está no caderno - Notícias da Justiça e do Direito
combate a corrupção
Especialistas no combate à sonegação fiscal palestram e trocam experiências no MP-AM
A solenidade de abertura do evento foi no auditório Carlos Alberto Bandeira de Araújo, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça. A cerimônia foi presidida pela Procuradora-Geral de Justiça Leda Mara Nascimento Albuquerque.
Publicado Quinta-Feira, 6 de Dezembro de 2018, às 17:49 | Fonte da Redação 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=357885&codDep=35" data-text="Especialistas no combate à sonegação fiscal palestram e trocam experiências no MP-AM
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Divulgação

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) iniciou nesta quinta-feira, 06 de dezembro, o Seminário “Crimes contra a ordem tributária, estratégias e rotinas de combate à sonegação fiscal”.
Realizado pelo Ceaf (Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional), o Seminário visa a ampliar e difundir o conhecimento sobre o combate aos crimes contra a ordem tributária e conexos com o objetivo de melhorar a expertise na apuração criminal e consequente persecução judicial.


A solenidade de abertura do evento foi no auditório Carlos Alberto Bandeira de Araújo, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça. A cerimônia foi presidida pela Procuradora-Geral de Justiça Leda Mara Nascimento Albuquerque. “Penso que esse tema precisa ser enfrentado de forma coletiva para que os resultados sejam efetivos, como espera a sociedade. Na medida em que a sonegação, a fraude tributária se dá, perde a população, pois o recurso que deveria ser direcionado para políticas públicas, para o bem da sociedade, em áreas como educação, saúde, meio ambiente, entre outros, esses recursos acabam não chegando aos cofres públicos, então é muito importante esse momento para trocarmos experiências, temos aqui importantes operadores do direito, técnicos da área, e não tenho dúvida que vão conseguir resultados positivos com o Ministério público que inicia o trabalho através do CIRA (Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos)”, afirmou a PGJ.


Compuseram a mesa de autoridades a Corregedora-Geral, Jussara Maria Pordeus e Silva, o coordenador do Ceaf, Promotor de Justiça André Seffair, o Promotor de Justiça Daniel Leite, o Defensor Público Geral, Rafael Barbosa, o representante da Sefaz, José Ricardo Castro, o representante da Semef, Armando Simões da Silva, e a Procuradora do Estado, Ana Karina.


O público é formado por membros e servidores do MP-AM, além de autoridades e técnicos de instituições convidadas. A ideia também é o estudo sobre os incentivos fiscais concedidos na Zona Franca de Manaus e rotinas administrativas dos órgãos de fiscalização (SEFAZ e SEMEF), essenciais para compreensão do funcionamento dos fiscos estadual e municipal e o combate à sonegação fiscal.  Durante a programação, foi apresentado o que é o Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos - CIRA/AM e o objetivo de sua criação pelo Estado do Amazonas.

 

20181206 100856

“A gente já tem o CIRA formalmente implantado por decreto do governador no ano de 2017. A integração efetiva dos órgãos já é realizada, porém de forma lenta, mas essas dificuldades estão sendo vencidas principalmente com esclarecimento dentro da própria legislação e o dever de cada servidor de passar a informação sobre práticas de crimes ao Ministério Público. Essa é também uma das finalidades desse seminário, propiciar principalmente aos auditores-fiscais e aos procuradores fazendários, subsídios e tranquilidade acerca da rotina que deve ser adotada para o encaminhamento dessas notícias ao Ministério Público, a fim de que possa agir nesses casos”, informou o Promotor de Justiça Daniel Leite, o primeiro palestrante do Seminário e integrante do CIRA/AM.

 

Experiência Exitosa


O Seminário também reúne membros de outros Ministérios Públicos do país que atuam no combate à sonegação fiscal e já colhem resultados práticos do esforço concentrado entre as instituições para recuperação de ativos. É o caso do Ministério Público do Estado da Paraíba, que já conta com o CIRA trabalhando em conjunto com vários órgãos harmoniosamente.

Para a Promotora de Justiça Renata Luz, esse é o caminho para obter se obter melhor eficiência no combate aos crimes tributários. “Hoje a gente funciona no prédio do Ministério Público, onde a inteligência fiscal e a inteligência da fazenda estão sediadas também, então esse trabalho é muito unido, fazemos parte de uma rede. hoje a gente trabalha com índice de recuperação de ativos em torno de 3% que, embora possa parecer pequeno, mas a estrutura do estado arrecada menos de 1% dos valores descritos como dívidas ativas, então com essa atuação o número saiu de menos de 1% para 3%, um aumento muito significativo”, afirmou a Promotora.

 

20181206-093818 Video Player

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Estado do Amazonas





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Notícias da Justiça e do Direito


O País da impunidade: Quatro acusados por morte de Amarildo são absolvidos
Quatro dos 12 policiais militares condenados em 2016 e presos pela morte do ajudante de pedreiro Amarildo de Souza......


Mais de 8 mil processos de violência contra mulher tramitam na capital de Rondônia
Para se ter ideia do volume de trabalho das varas especializadas, em fevereiro de 2019 tramitavam 8 mil e 300 procedimentos criminais, entre eles as mais de 2 mil medidas protetivas vigentes....


TRT-RO/AC regulamenta teletrabalho e institui Política de Segurança Institucional
A Justiça do Trabalho nos estados de Rondônia e Acre regulamentou o teletrabalho e instituiu a Política de Segurança Institucional do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT-RO/AC). ...


Operação cumpre mandados de prisão, busca e apreensão e afastamento de servidores estaduais em Porto Velho
Foi deflagrada nas primeiras horas desta segunda-feira (05/11), pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosa Organizadas de Cacoal – DRACO/Interior, operação policial para cumprimento de medidas cautelares de prisão, busca e apreensão e afastamen...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE