Rondônia, - 02:15

 

Você está no caderno - Porto Velho
Teste rápido do HIV pode ser feito na Semusa
Dezembro vermelho: Teste rápido do HIV pode ser feito na Semusa neste mês de dezembro
Em Porto Velho, homens jovens são as maiores vítimas da doença
Publicado Quinta-Feira, 6 de Dezembro de 2018, às 15:57 | Fonte Comdecom 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=357850&codDep=27" data-text="Dezembro vermelho: Teste rápido do HIV pode ser feito na Semusa neste mês de dezembro
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Divulgação

Além das unidades de saúde, o atendimento para o teste rápido do HIV, neste mês de dezembro, também será feito na divisão de epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), de 8h às 14h, na Avenida Jorge Teixeira, esquina com 7 de Setembro. Além do HIV, é possível fazer teste para Sífilis e Hepatites Virais.

Segundo a Semusa, como o foco da campanha é a prevenção, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) é possível retirar preservativos e realizar o teste rápido para HIV. Neste mês, por conta da campanha Dezembro Vermelho, as unidades de saúde do Município intensificam a oferta e a realização dos testes rápidos para a população.

SAE

Atualmente, o Serviço de Atendimento Especializado (SAE) do Município atende cerca de 2.600 pessoas HIV positivas. Estas pessoas recebem atendimento de uma equipe multidisciplinar, com psicólogo, psiquiatra, médicos e enfermeiros. É através do SAE que retiram o medicamento para controle da doença.

A adesão ao tratamento é importante para garantir qualidade de vida, explica a coordenadora do HIV/AIDs da Semusa, Raíssa Almeida. “Quando a pessoa inicia o tratamento, o vírus fica indetectável, estado em que a pessoa não transmite o vírus e consegue manter a qualidade de vida sem manifestar os sintomas da doença”, frisou.

Aids em Porto Velho

Dezesseis óbitos foram registrados no ano de 2017 em decorrência da AIDS. Em 2018, até o momento, foram registrados cinco óbitos. Homens jovens, de 20 a 29 anos, são as maiores vítimas da doença em Porto Velho.

De janeiro a novembro de 2018, de acordo com os dados do Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação), foram diagnosticadas 216 pessoas com HIV/Aids na capital. No mesmo período de 2017, foram registradas 356 notificações, o que aponta redução de 33 % no número de casos diagnosticados em um ano, mas os números ainda são preocupantes.

Abertura da Campanha

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) realizou no último sábado (1/12), Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, o lançamento da campanha Dezembro Vermelho, no residencial Cristal da Calama, na Zona Leste. Mais de setenta testes rápidos para HIV foram realizados com um positivo, em que a pessoa foi encaminhada ao SAE para realização do teste sorológico e início do tratamento.





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Porto Velho


Projeto ''Canta Mercado'' recomeça nesta terça-feira na Capital
Projeto da Prefeitura é organizado pela Fundação Cultural...


Cremero inaugura Centro de Estudos Médicos em Porto Velho
As salas do novo espaço receberam nomes de médicos que fizeram parte da história do Conselho...


Agentes Penitenciários e socioeducativos suspendem greve em Rondônia
Os servidores do interior do Estado também decidiram pela sugestão do desembargador, suspendendo a greve geral....


Casos de gripe H1N1 foram notificados em Porto Velho, campanha de vacinação prevista para abril
A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por meio da Divisão de Vigilância Epidemiológica, registrou a circulação do vírus da Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza......

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE