Rondônia, - 12:21

 

Você está no caderno - Artigos
Apostando no boi, na soja, no milho e no peixe…!
Apostando no boi, na soja, no milho e no peixe…!
Os 30 produtos oriundos do campo apresentados no último levantamento oficial do Produto Interno Bruto de Rondônia (PIB) revelam que o..
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2018, às 05:46 | Fonte José Luiz Alves 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

 

Os 30 produtos oriundos do campo apresentados no último levantamento oficial do Produto Interno Bruto de Rondônia (PIB) revelam que o carro-chefe da economia que mantém o Estado com as contas equilibradas continua sendo o boi, a soja, o milho e o peixe. O campo garantiu R$ 7,7 bilhões, sendo a segunda maior a receita da região Norte em termos de agronegócio perdendo apenas para o estado do Pará, que somou R$ 14,4 bilhões.

A agropecuária responde na atualidade por 12,7% da economia do Estado mostrando a vocação que vem do campo, sem meias palavras, ao futuro governante que assumirá as rédeas para comandar Rondônia a partir de janeiro de 2019, com os demais setores apostando no boi, na soja, no milho e no peixe para manter o estado equilibrado, com um crescimento em torno de 3,5% acima da média nacional.

É uma tarefa para o gestor que pensa grande e vê Rondônia como um Estado que descobriu sua vocação para o agronegócio depois de ter passado pelos fracassados ciclos da borracha, do garimpo e de uma reforma agrária que a mais de 30 anos vem capengando e ainda não apresentou resultados satisfatórios. Não precisa ser sociólogo, economista ou formado em coisa nenhuma para saber que o futuro de Rondônia está no campo.

O que se vê no presente são reflexos de ações de governantes que investiram em tecnologia de ponta, na extensão rural com à perspectiva de crescimento nas lavouras e na pecuária. Os resultados estão aí dobrando a produção e proporcionando este saltou fantástico na produção e arrecadação, enquanto outros estados patinam na tentativa de sobreviver e colocar as contas em dia.

Alguém já deve ter afirmado que a vocação de Rondônia é para o “progresso e desenvolvimento”. Como não sou candidato a nada, a não ser de realizar um trabalho isento e equilibrado sou capaz de me atrever afirmando: “que a tecnologia, aliada ao trabalho do homem no campo que acorda de madrugada, não liga para os calos mãos, continuará mantendo de pé a economia deste Estado”.

O Estado tem carisma para obter bons resultados no setor produtivo, sustentou e fortaleceu a cadeia do agronegócio na crise política, econômica e social que sacudiu o País entre 2014 e 2017, mantendo Rondônia afastada do olho do furacão. Só nos resta continuar apostando no boi, na soja, no milho e no peixe, bem como torcer para que o nosso futuro governante acredite que povo de barriga cheia é gente feliz, no campo e nos perímetros urbanos.

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Artigos


Por que se criou o mito de que ser prefeito de Porto Velho enterra qualquer político
É comum a investidura no cargo de prefeito de Porto Velho ser o fim da carreira política de muita gente...


Mais de 160 projetos votados pelos deputados + A Amazônia muda de mãos + O MDB se mexe em todo o estado
MAIS DE 160 PROJETOS VOTADOS PELOS DEPUTADOS EM OITO MESES. TEM O DEDO DA CASA CIVIL! ...


Ordem na casa + Fundo partidário + Recursos do IPTU + A conclusão da pomte
Um dos absurdos da polarização ideológica é considerar o meio ambiente como bandeira da “esquerda” e a economia como território da “direita”,.....


Política na terra de Rondon – 1912/1982 ((i)
(Do livro Jantar dos Senadores, em fase de revisão histórica) ...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE