Rondônia, - 05:48

 

Você está no caderno - Rondônia
Amorim denuncia ameaça de morte
Amorim denuncia ameaça de morte, deixa Rondônia e processa Incra, Ibama e Funai
A ação discute invasão de terras federais localizadas nos municípios de Buritis, Campo Novo de Rondônia e Governador Jorge Teixeira com grande devastação ambiental.
Publicado Segunda-Feira, 3 de Maio de 2021, às 07:54 | Fonte da Redação 0

 
 

Divulgação

ex-senador da República, Ernandes Amorim

A ação discute invasão de terras federais localizadas nos municípios de Buritis, Campo Novo de Rondônia e Governador Jorge Teixeira com grande devastação ambiental.

" Amorim diz que TRF da 1ª Região em Brasília julga favorável ação obrigando Incra, Ibama e Funai a agir contra invasores de terras"


BRASÍIA – Depois de tentar, sem sucesso, em Rondônia apoio de órgãos ambientais para combater o que ele chama de bando armado de criminosos que invadem terras e destrói propriedades, o ex-senador da República, Ernandes Amorim, consegue julgamento favorável no Tribunal regional Federal, em Brasília. O TRF1 deu provimento a uma Apelação interposta em Ação Popular movida contra o Iincra, Ibama, Funai e outros em que busca a condenação destes órgãos ao cumprimento de seu dever institucional cada um em sua esfera de atuação.

 

Amorim diz que está vivendo fora de Rondônia porque foi ameaçado de morte por integrantes da Liga dos Camponeses Pobres (LCP), que entre outras ações emboscou, torturou e executou a tiros de fuzil um oficial reformado da Polícia Militar que pescava em uma fazenda na região de Mutum-Paraná, em Porto Velho.

 

A LCP tem forte atuação também na região de Jacinópolis e Campo Novo de Rondônia, onde ficam as propriedades que Amorim diz ser de sua família.

 

Em março, o ex-senador, que também já foi deputado federal, deputado estadual, prefeito de Ariquemes e vereador denunciou invasão e destruição de propriedades na região de Campo Novo de Rondônia e ameaças de morte, o que levou deixar o estado temporariamente.

 

Amorim afirma que sua luta é também pelos produtores rurais “que vem sofrendo com a ação desse grupo criminoso”. Por isso, segundo ele, que vem buscando em esferas públicas, administrativas, judicial e policial, soluções para os problemas que envolvem invasões de terras por organizações criminosas, que atuam fortemente armadas na região do Vale do Jamari.

 

As consequências da ação desses grupos, segundo amorim, são a destruição de patrimônio, devastação ambiental, desaparecimento de trabalhadores, atentados e ameaças contra a vida humana.

Em entrevista à veículos de imprensa, na tarde desta sexta-feira, 30, Amorim compartilhou a decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, que deu provimento a sua Apelação interposta em Ação Popular movida contra o Incra , Ibama, Funai e outros na qual busca a condenação dos órgãos ao cumprimento de seu dever institucional cada um em sua esfera de atuação.

 

A ação julgada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, discute invasão de terras federais localizadas nos municípios de Buritis, Campo Novo de Rondônia e Governador Jorge Teixeira, em decorrência de invasão de terras públicas e grande devastação ambiental causada pelos invasores.

 

Segundo o advogado Eliel Santos Gonçalves, que defende Amorim, o objeto da Ação julgada pelo TRF1 é a condenação dos órgãos citados a realizarem a sua missão institucional, até agora não cumprida, que é combater o desmatamento florestal ilegal, proteger os povos indígenas da tribo Wrueu-Uau-Uau, que vem sendo atacados inclusive com a morte de um indígena, em 18 de abril de 2020, e combater as invasões de terras públicas na região.

 

“Essa é uma grande vitória para toda nossa população! Uma forma de darmos um basta na impunidade de quem invade e devasta florestas, explora ilegalmente a madeira, terras e patrimônios públicos. Não podemos viver a vida toda como reféns de bandos armados que desmatam, destroem, prejudicam a terra espalhando terror na região, acentua o ex-senador.

 

Com informações da Assessoria




Veja também em Rondônia


Prefeitura de Ariquemes lança campanha de conscientização para o descarte correto de materiais cortantes
A Prefeitura de Ariquemes por meio da SEMA lança campanha de conscientização para o descarte correto de materiais cortantes......


Fhemeron faz alerta sobre baixo estoque de sangue para atender pacientes do Cone Sul
O Governo de Rondônia, por meio da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron)......


Lançamento de programa que fomenta o empreendedorismo é nesta sexta (14)
Programa já obteve a adesão formal de quase todos os 52 municípios de Rondônia... ...


Procon disponibiliza múltiplos canais de atendimento para consumidores de Rondônia
Como órgão auxiliar do Poder Judiciário, para dirimir dúvidas e solucionar questões da relação de consumo entre o cidadão......

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM Publicidade:::

Tereré News