Rondônia, - 07:22

 

Você está no caderno - Porto Velho
Notícias
Comerciantes do Cai N água não acreditam em risco de nova enchente
Com o aumento do nível do Rio Madeira, os comerciantes do Cai n’agua em Porto Velho (RO) estão atentos para que a água não avance nos estabelecimentos...
Publicado Sexta-Feira, 5 de Março de 2021, às 08:35 | Fonte Diário da Amazônia 0

 
 

Foto: Roni Carvalho

Comércio na rua João Alfredo no Cai N’ Água em Porto Velho

Com o aumento do nível do Rio Madeira, os comerciantes do Cai n’agua em Porto Velho (RO) estão atentos para que a água não avance nos estabelecimentos. Segundo eles a apreensão é constante nesse período do ano, mesmo assim acreditam que a água do rio não seja semelhante a enchente de 2014.

Dona Lúcia Célia Bonfim é comerciante no local, explica que não acredita na possibilidade de uma nova inundação. “Se tivesse que acontecer em fevereiro já estava começando a encher, porque no mês passado choveu demais lá no Rio Beni, na Bolívia. Em 2019 nós saímos daqui a água não chegou a entrar, mas ficamos com medo por causa de 2014”, disse.

Ela conta que junto com outros comerciantes passou um ano e oito meses na Praça Marechal Rondon em Porto Velho, após assinar um termo na Prefeitura enquanto a água secasse.

“Na época outros comerciantes não queriam voltar para cá, mas tivemos que voltar para ninguém ficar na rua. Voltamos porque aqui é o setor adequado para todos trabalharem. Mas o pessoal não gosta de trabalhar aqui porque o movimento está parado, mas isso está acontecendo na cidade toda. Ainda mais agora com essa pandemia”, disse Lúcia.

Maria Alves é outra comerciante que não acredita que uma nova inundação aconteça no local. “Já estamos em março e a enchente de 2014 aconteceu em fevereiro. Então acho que não tem perigo. Acho que não aumenta mais não, porque já vai terminar março, talvez a água suba até na calçada. Mas tenho fé em Deus que não vai acontecer não. Se subir mais a Defesa Civil tira a gente daqui pelo menos um caminhão eles doam para a gente levar as mercadorias. Então a gente leva, guarda em casa, espera abaixar e volta”, disse.

Nesta quinta-feira (04), o nível do Rio Madeira atingiu 16.47. De acordo com o Governo de Rondônia assim que o rio atingir a marca de 17 metros, do Corpo de Bombeiros assume a função de agente principal na política de assistência às famílias atingidas, bem como na fiscalização acerca do nível da água



Veja também em Porto Velho


Unidades hospitalares de Porto Velho são visitadas pelo ministro da Saúde
Em visita ao HB, o ministro da Saúde participou da inauguração de um aparelho para exames de angiografia......


Prefeito recebe deputado que destinou emenda para construir campo de futebol
Será destinado um repasse no valor de R$ 800 mil para a construção do campo na Zona Sul da capital ...


Escola de Nova Brasilândia D'Oeste recebe recurso do deputado Ismael Crispin para construção de refeitório e salas de aula
A benfeitoria na escola será realizada através de uma emenda individual do deputado de R$ 299 mil... ...


Call Center atendeu quase 100 mil pessoas em cinco meses
Junho foi o mês que o sistema recebeu a maior procurar por atendimento registrada até agora......

 



PUB

 
 
 
 

Ariquemes Online