Rondônia, - 03:29

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
Ajuda
Mais de 1.200 famílias da Capital já foram beneficiadas com entregas de cestas pelo Governo do Tocantins
O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas)
Publicado Quinta-Feira, 14 de Maio de 2020, às 08:16 | Fonte ASCOM GOVERNO DO TOCANTINS 0

 
 

Alexandre Alves/Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), entregou nesta quarta-feira, 13, mais de 220 cestas básicas ao Sindicato dos Taxistas de Palmas. A ação é parte do atendimento emergencial que vem sendo realizado no Estado em decorrência da pandemia do Novo Coronavírus.

Segundo o secretário da Setas, José Messias Araújo, assistir as famílias vulneráveis do Estado, bem como apoiar os trabalhadores que mais foram afetados com o isolamento social são as principais preocupações do Governo com a ação: “As entregas tiveram início em 21 de março e já atendemos, até o momento, mais de  42 mil famílias nos 139 municípios. Na primeira etapa, os idosos foram beneficiados e, agora, o foco está nos trabalhadores autônomos como taxistas, mototaxistas, entre outros”, explica o gestor.

A secretária-geral do Sindicato dos Taxistas do Tocantins, Eunice Rodrigues da Silva, comenta que o apoio do Governo chega em boa hora. “Os taxistas não estão impedidos de trabalhar, mas a procura pelo serviço diminuiu muito com as recomendações de isolamento social e alguns deles já estão passando por dificuldades”. Além de Palmas, os taxistas de Araguaína, Gurupi e outros municípios do Estado receberam os donativos.

Taxista em Palmas há 16 anos, Valdeci Alves Nogueira, relata o drama vivido por sua família composta por esposa e quatro filhos. “Meus rendimentos caíram em 80%, a gente sai para rua e não tem quem queira rodar, não entra o dinheiro, mas continuamos precisando das coisas. Não tenho nem como explicar, só temos que agradecer por essa cesta, vai ajudar muito”, afirma.

Divanagoras dos Santos, taxista na Capital há dez anos, reforça que sua renda caiu em cerca de 90% e que ficou difícil manter a família com esposa e filhos onde só ele trabalha fora. “Estou indo para o ponto e tem dias que faço uma corrida e outros que não faço nenhuma. A situação está desesperadora, só tenho a agradecer pela iniciativa do Estado que vai garantir pelo menos o básico”.

Atendimento em Palmas

Na Capital, já foram atendidas mais de 1.200 famílias e, para garantir que as pessoas mais necessitadas recebessem os donativos, o Governo do Tocantins buscou a parceria de associações, igrejas, pastoral do idoso, casa de recuperação de dependentes químicos, sindicatos dos taxistas e mototaxistas e a Secretaria Municipal de Assistência Social.

Para o projeto Dar de Comer e Promover Cidadania, da Arquidiocese de Palmas, foram entregues 300 cestas. De acordo com o arcebispo Dom Pedro, o Projeto faz a entrega mediante um cadastro de famílias vulneráveis, e completa: “Os donativos são oriundos do Governo e outros parceiros e a entrega sempre é feita com uma palavra de esperança que faça as pessoas entenderem o propósito da vida. Somos uma obra social, mas também somos igreja”.

De acordo com o secretário executivo da Setas e responsável pela logística das entregas, Tiago Costa, na primeira etapa da ação em Palmas foram entregues 500 cestas aos idosos, com a parceria da Secretaria Municipal de Assistência Social. “A seleção dos beneficiados foi feita com base no cadastro de idosos dos Cras [Centro de Referência e Assistência Social], por meio do Sisc [Sistema de Informações do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos]”, explica.

A entrega para os mototaxistas de Palmas ocorreu no dia 29 de abril e atendeu 200 famílias. Quem agradece a iniciativa é o mototaxista, Lázaro Gomes da Silva. “Tenho três filhos e não estou podendo trabalhar em decorrência da pandemia, para minha família essa ajuda é fundamental”.

Sobre a Ação

A ação executada pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social, teve início com o Decreto n° 6.070, de 18 de março de 2020, em que o governador Mauro Carlesse determinou situação de emergência no Tocantins em virtude dos impactos do novo Coronavírus.

A partir do decreto, a ação começou a ser realizada com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep-TO), baseada na Lei n° 3.015, de 30 de setembro de 2015, que considera a decisão plenária do dia 23 de março de 2020 (Resolução nº 01/2020, de 31 de março de 2020), que aprovou a destinação de recursos financeiros a órgão público estadual, para execução de projeto social, na intenção de combater e erradicar a pobreza, com a distribuição de 200 mil cestas básicas à população necessitada.

 Próximos destinos da Ação

Nesta quinta-feira, 14, a segunda etapa da Ação atende os municípios de Colinas do Tocantins, Guaraí e Gurupi, com a distribuição de 1.342 cestas básicas.







Veja também em Notícias da Amazônia


Mais 39 óbitos por Covid-19, 28 nas últimas 24 horas, elevam perdas humanas para 1.891 no Amazonas
Casos confirmados chegam a 33.508. FVS-AM informou que 26.742 pessoas já passaram pelo período de quarentena e se recuperaram da doença...


Calculando perdas de até 30% por causa da pandemia, governo discute hoje bases do retorno das atividades produtivas no Amazonas
O governador Wilson Lima (PSC), disse nesta segunda-feira (25/5)...


Governo do Amapá adota medidas para evitar aglomerações em supermercados
Superintendência de Vigilância em Saúde publicou nota técnica que determina procedimentos preventivos adotados para evitar a aglomeração em supermercados e atacadistas....


Procon flagra mercantil vendendo produtos com validade vencida
Ao todo 652 quilos de produtos foram retirados das prateleiras. Proprietários foram encaminhados à delegacia....

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News