Rondônia, - 20:53

 

Você está no caderno - Artigos
Mudanças no Conselho da Amazônia
Conselho da amazônia com exclusão de governadores
A decisão do presidente Jair Bolsonaro de fazer mudanças no Conselho da Amazônia é uma estratégia de controle governamental para a..
Publicado Sexta-Feira, 14 de Fevereiro de 2020, às 09:26 | Fonte Diário da Amazônia 0

 
 

Divulgação - Internet

 

A decisão do presidente Jair Bolsonaro de fazer mudanças no Conselho da Amazônia é uma estratégia de controle governamental para a Amazônia brasileira, diante dos apertos que o governo passou durante as queimadas e incêndios florestais. Foi uma péssima e vasta repercussão mundial, com os olhares externos para dentro da maior riqueza florestal do planeta.

O Conselho (que engloba 14 ministérios do governo) foi transferido para a gestão da Vice-Presidência da República e deixou de fora os governadores dos Estados que compõem a Amazônia Legal. A medida parece uma resposta do governo à mobilização dos governadores que, se uniram, foram atrás dos recursos perdidos do Fundo Amazônia, e apertaram o governo federal para garantir a vinda de dinheiro estrageiro que é fundamental para os Estados ‘sem dinheiro’. Parece que Bolsonaro viu a ação dos governadores que foram para a Europa em busca de dinheiro como uma independência, já que seguiram sem a bênção presidencial.

Nada de novo foi anunciado. Apenas que as ações serão as mesmas já realizadas isoladamente por cada um dos 14 ministérios que tem demandas na região. O que muda é que o governo terá mais controle e maior divulgação, centralizando tudo que é feito num mesmo pacote.

A situação da Amazônia vai além das questões ambientais. A misteriosa floresta enconde riquezas ainda desconhecidas da grande massa. São centenas de espécies florestais ainda desconhecidas, fauna diversa e muito minério no subsolo. Se o governo propor o uso racional, o controle, a pesquisa e evitar evasões já será um grande feito. O problema vai ser explicar aos governadores porque os gestores dos Estados foram ignorados na nova organização.

 







Veja também em Artigos


O valor étnico de Rondônia como berçário Tupi-Guarani
A pesquisa realizada pelo Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências (IB) da USP (Universidade Federal de.....


Estado confia saúde pública aos cuidados da padroeira
O estado aposta todas as fichas na construção do novo hospital de urgência e emergência, comprovadamente indispensável...


Um Conselho da Amazônia para decidir os destinos da região
Da ficção à realidade O sonho de extrair minérios abundantes e caros das terras indígenas tromba com o pesadelo mundial de que a.....


Patrocinar carnaval é jogar dinheiro público no ralo
A declaração do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, de que, à semelhança do ano passado, não vai repassar um centavo para ajudar as escolas de samba......

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News