Rondônia, - 01:59

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
Notícias da Amazônia
Processo de adoção de quatro crianças do AM por famílias estrangeiras é concluído
As quatros crianças são irmãs que estavam abrigadas na comunidade católica Missão Resgate, no município de Canutama
Publicado Quarta-Feira, 9 de Outubro de 2019, às 11:24 | Fonte D2AM 0

 
 

Divulgação/ Internet

Depois de doze meses de ansiedade e espera por parte dos envolvidos, o processo de adoção internacional de quatro irmãs amazonenses, que iniciou em outubro do ano passado, foi concluído com a assinatura do certificado de conformidade da Adoção Internacional pelo corregedor-geral de Justiça (CGJ-AM) e presidente da Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional do Estado do Amazonas (Cejaia-AM), desembargador Lafayette Vieira Júnior.

O documento foi entregue, na manhã da última quinta-feira (3), ao casal A.G.A.R e S.P.R. que se tornaram pais de duas das meninas: R.V.A.T.R., de sete anos, e A.E.A.R., de nove anos. A família embarcou na segunda-feira (7) para a cidade de Lugano, na Suíça.

No mesmo dia em que estava sendo concedida a habilitação de viagem da família suíça, as irmãs mais velhas, R.M.S, de 11 anos, e S.M.S, de 13 anos, embarcavam com seus pais peruanos R.M.B.S e P.O.B.S, para a cidade de Curitiba (PR), onde atualmente reside o casal.

As quatro crianças foram destituídas do núcleo originário em virtude do estado de vulnerabilidade em que viviam e, há um ano e três meses, estavam acolhidas por três missionárias da comunidade Missão Resgate, da Igreja Católica.

O processo conduzido pela juíza de Canutama, Naia Yamamura, passou por todos os rigores exigidos pelas normas dos governos brasileiro e suíço, no que concerne à segurança das crianças e do casal adotante, e registrou um tempo recorde de resolução.

De acordo com desembargador Lafayette Vieira Júnior, em média, no Brasil, o tempo de duração de um processo de adoção internacional é de três anos. “Mas isso notoriamente já começa a mudar aqui no Amazonas”, comemora o corregedor.

A história

A história das crianças começou a ganhar novos rumos a partir do desejo de um engenheiro suíço e sua esposa, brasileira naturalizada suíça, de terem filhos. Inicialmente o casal foi habilitado como adotante junto à Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional de Alagoas (Cejai-AL). Após três anos na lista de espera, a Cejai-AL trocou informações com a equipe do Amazonas e pelos meios legais disponibilizou o processo para habilitação local.

Como estavam geograficamente longe do Brasil, eles pediram que uma amiga, que mora em Curitiba, acompanhasse o processo junto ao Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Ao conhecer as duas futuras filhas dos suíços, a amiga R.M.B, de nacionalidade peruana, se perguntou como ficariam as irmãs que iriam permanecer diante de mais uma separação de seus laços biológicos.

A amiga, mãe de dois meninos, compartilhou com a família acerca da ideia de adotar uma das crianças, e o marido P.O.S, respondeu: “Só aceito se for as duas. Não quero ser o motivo de fazer uma criança chorar mesmo que seja longe de mim”. A partir daquele momento, o casal passou a viver sentimentos próprios de uma gravidez, com a expectativa de logo ter as filhas nos braços.









Veja também em Notícias da Amazônia


Suspeito de envolvimento em morte de engenheiro é preso após entrevista
Elielton Magno, que esteve em festa com Flávio Rodrigues, assassinado após noite na casa de Alejandro Valeiko, foi preso após conceder entrevista a Sikêra Jr, na TV A Crítica ...


Cirurgias eletivas são retomadas no Hospital de Rorainópolis após 7 meses
Governo diz que meta é realizar seis procedimentos por dia para diminuir a fila de espera que é de quase 500 pacientes...


Cinco zonas de Manaus devem ficar sem abastecimento de água nesta quarta (9)
Manutenção na rede elétrica deve interromper captação de água na Ponta do Ismael. Zonas Norte, Sul, Oeste, Centro-Sul e Centro-Oeste devem ser afetadas ...


Batalhão Ambiental da Polícia Militar apreende 500 quilos ilegais de pirarucu no porto da Manaus Moderna
A Polícia Militar, por meio do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAMB), apreendeu, por volta das 7h deste domingo (25/08), aproximadamente 500 quilos de pescado ilegal, camuflados......

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News