Rondônia, - 20:11

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Trump diz que ex-conselheiro atrasou negociações de paz
As negociações visavam desnuclearizar a Coreia do Norte
Publicado Quinta-Feira, 12 de Setembro de 2019, às 13:15 | Fonte Agência Brasil 0

 
 

Joshua Roberts/Reuters/Direitos reservados

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse ontem (11) que o ex-conselheiro de Segurança Nacional John Bolton "atrasou" as negociações de desnuclearização com a Coreia do Norte, exigindo que o regime seguisse o "modelo da Líbia" e entregasse todos as armas nucleares.

Bolton deixou o governo na terça-feira (10), após desentendimentos com Trump sobre políticas, incluindo como desnuclearizar a Coreia do Norte.

O conselheiro certa vez defendeu o "modelo da Líbia" que pedia que a Coreia do Norte desistisse de seu programa de armas nucleares antes de receber qualquer concessão em troca.

"Ele cometeu alguns erros muito grandes. Quando ele falou sobre o modelo líbio para Kim Jong-un, isso não era uma boa afirmação", disse Trump a repórteres na Casa Branca, referindo-se ao líder norte-coreano. "Basta dar uma olhada no que aconteceu com Kadafi. Essa não foi uma boa declaração a ser feita, e isso nos levou de volta [ao ponto de partida]".

A Líbia entregou seu programa de armas de destruição em massa em 2003, mas mesmo assim seu então líder Muammar Gaddafi foi derrubado do poder e morto pelas forças rebeldes apoiadas pela Otan em 2011.

A Coreia do Norte se irritou com as sugestões de que deveria seguir os mesmos passos e prometeu nunca encontrar o mesmo destino do país do norte da África.

"Ficamos muito tristes quando John Bolton falou sobre o modelo líbio", disse Trump. "E ele cometeu um erro. E assim que mencionou isso, o 'modelo da Líbia', que desastre!".

A Coreia do Norte ameaçou cancelar a primeira cúpula entre Kim e Trump em 2018, depois que Bolton falou do modelo da Líbia em relação à desnuclearização do país. Trump descartou a noção na época, e a cúpula foi adiante como planejado em Singapura em junho.

"Veja o que aconteceu com Gaddafi, com o modelo líbio. E ele está usando isso para fazer um acordo com a Coreia do Norte?" Trump disse sobre Bolton. "E eu não culpo Kim Jong-un pelo que ele disse depois disso. E ele não queria nada com John Bolton. E isso não é uma questão de ser duro; é uma questão de não ser inteligente."

O momento da partida de Bolton coincidiu com a oferta da Coreia do Norte de retomar às negociações de desnuclearização no final de setembro.

As negociações foram paralisadas desde que a segunda cúpula de Trump e Kim no Vietnã terminou em fevereiro, sem acordo devido a diferenças no escopo da desnuclearização da Coreia do Norte e do alívio de sanções dos EUA.

Os comentários de Trump na quarta-feira podem garantir a Pyongyang o compromisso de Washington de fornecer as garantias de segurança que ele busca em troca da desnuclearização.

"Eu realmente acredito que a Coreia do Norte gostaria de ver algo espetacular acontecendo", disse Trump, citando o potencial econômico do país.

"Esse pode ser um dos experimentos mais inacreditáveis ​​de todos os tempos: a Coréia do Norte", disse ele.







Veja também em INTERNACIONAL


Governo deve dificultar ainda mais o pedido de asilo nos EUA
O governo Trump deve endurecer as regras nesta semana sobre as pessoas que podem pedir asilo nos Estados Unidos, enquanto tenta conter uma onda......


Cresce o número de famílias de outras partes do mundo que atravessam a fronteira
Um número crescente de famílias de outros países que não são da América Central estão atravessando a fronteira em busca de asilo nos Estados Unidos...


Polícia holandesa detém 25 migrantes ilegais
A polícia holandesa deteve um condutor de pesados romeno e 25 migrantes que se encontravam no interior de um contentor frigorífico que tinha o Reino Unido como destino final...


Incêndios florestais agravam poluição do ar na Austrália
Os mais de cinco milhões de habitantes da cidade de Sydney enfrentam uma severa poluição do ar...

 
      

2019 - ARIQUEMES ONLINE - Informação Sem fronteiras
© 2007 - 2019 • Ernesto & Eugenio Comunicação

E-mail: [email protected]
Fone: (69) 9 9967-8787 (Operadora Oi - WhatsApp)
Porto Velho - Rondônia - Brasil

Política de privacidade e uso






 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News