Rondônia, - 21:43

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Trump diz que aumento de tarifas sobre produtos chineses será adiado
O presidente norte-americano, Donald Trump, publicou no Twitter que os Estados Unidos (EUA) concordaram em adiar o aumento de tarifas sobre produtos chineses
Publicado Quinta-Feira, 12 de Setembro de 2019, às 13:03 | Fonte Agência Brasil 0

 
 

Reuters/Direitos Reservados

O presidente norte-americano, Donald Trump, publicou no Twitter que os Estados Unidos (EUA) concordaram em adiar o aumento de tarifas sobre produtos chineses.

Ele disse que o aumento será adiado do dia 1º para o dia 15 de outubro. As tarifas sobre US$ 250 bilhões em produtos importados da China estavam programadas para passar de 25% para 30%.

Trump afirmou que o adiamento foi solicitado pelo vice-premiê chinês, Liu He, uma vez que a República Popular da China vai celebrar seu 70º aniversário.

Japão
Empresários japoneses, em visita anual à China, manifestaram ao primeiro-ministro Li Keqiang o desejo de que Pequim resolva a disputa comercial com Washington.

Nessa quarta-feira (11), um grupo de representantes da Associação Econômica Japão–China reuniu-se com Li. Presidida por Shoji Muneoka, a entidade tem esperança de que as duas maiores economias do mundo resolvam o conflito.

O premiê chinês respondeu que a China conversará com os Estados Unidos para tentar encontrar uma solução. Os representantes japoneses e chineses da associação falaram sobre o interesse de haver laços mais estreitos entre as duas nações asiáticas.

O presidente da entidade empresarial disse que o Japão e a China vão atuar juntos em novos campos. "Esperamos ser capazes de levar adiante a atitude de cooperação mútua.”

O grupo de empresários e o primeiro-ministro Li Keqiang também destacaram a importância do livre-comércio para o crescimento da economia global.

*Emissora pública de televisão do Japão

Edição: Graça Adjuto
 







Veja também em INTERNACIONAL


Coronavírus: Marine Le Pen quer impôr controlo de fronteiras com Itália
A líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, defendeu a instalação de controlos de fronteira para proteger a França do coronavírus. Le Pen diz que o Governo de Macron tem de garantir a segurança dos franceses e que até agora não fez “o sufic...


Atropelamento na Alemanha fez 52 feridos, incluindo 18 crianças
Com antecedentes por delitos de alteração da ordem pública, o suspeito ainda não foi interrogado devido aos ferimentos que sofreu no atropelamento....


Violentos confrontos entre manifestantes e polícia chilena no festival de Viña del Mar
A manifestação foi convocada pelo movimento de protesto político e social que agita o Chile há quatro meses, em que confrontos com a polícia já causaram 31 mortos e centenas de feridos...


Trump vê condenação de Weinstein como “mensagem muito forte''
Donald Trump disse esta terça-feira que a condenação de Weinstein foi ''uma grande vitória'' e que ''constitui uma mensagem muito forte''. Weinstein, de 67 anos, pode ser condenado até 29 anos de prisão....

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News