Rondônia, - 17:21

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Grécia: autoridades falam em desastre ecológico
Bombeiros gregos continuam a combater um fogo que lavra há mais um dia numa das mais preservadas reservas ecológicas da Grécia. Já foram retiradas centenas de pessoas desta zona de Evia, a segunda maior ilha do país
Publicado Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, às 11:12 | Fonte Expresso - Portugal 0

 
 

WASSILIS ASWESTOPOULOS/EPA

O incêndio na ilha de Evia já fez deslocar cerca de cem pessoas e é uma catástrofe ecológica

Os bombeiros gregos continuam hoje a combater um fogo que devasta há mais de 30 horas um dos santuários da vida selvagem melhor preservados na Grécia, a ilha de Evia, e as autoridades falam num "enorme desastre ecológico".

O incêndio, que evolui numa frente de 12 quilómetros, não fez mortos, mas obrigou a retirada de centenas de pessoas em quatro aldeias e um convento na ilha de Evia, a segunda ilha grega em tamanho depois de Creta, localizada 100 quilómetros a nordeste de Atenas.

"Este é um enorme desastre ecológico numa floresta de pinheiros única", que permaneceu "intacta" até aos dias de hoje, disse o governador regional Costas Bakoyannis.

O incêndio, que teve início numa estrada, na terça-feira às 3h00 (locais, 1h00 em Lisboa), rapidamente espalhou-se sob o efeito das rajadas de vento, da vegetação muito densa e seca do centro da ilha, num pinhal classificado pela sua flora e fauna selvagens.

O fogo provocou a retirada das pessoas nas aldeias de Kontodespoti, Macrymalli, Stavros e Platana, no centro da ilha, e ameaçou a cidade de Psachna durante a noite, disseram as autoridades.

"De Psachna a Kontodespoti e Makrymalli, tudo está queimado. Temos a sorte de não ter sofrido baixas humanas", disse Thanassis Karakatzas, um responsável da proteção civil, à agência de notícias grega ANA.

Cerca de 200 bombeiros estavam no local, ajudados por 75 veículos terrestres, nove helicópteros e sete aviões, de acordo com o serviço de bombeiros grego.

Os gregos aguardam o envio de quatro aviões de Itália e Espanha para a ajudar a combater o incêndio. A pedido da Grécia, a União Europeia mobilizou os seus recursos do sistema europeu de proteção civil, que tem o objetivo de ajudar nos incêndios florestais na Europa.

De acordo com a agência de notícias Associated Press (AP), a Croácia também deve disponibilizar meios aéreos para o combate do incêndio.

A Grécia, onde as temperaturas rondam os 40 graus, foi atingida nos últimos dias por uma série de incêndios. O nível de alerta dos serviços de emergência foi colocado em um patamar muito alto na sexta-feira pelo chefe da proteção civil devido a combinação de temperaturas escaldantes, ventos fortes e seca.
Um bombeiro voluntário foi hospitalizado depois de sofrer queimaduras.

A reserva natural da ilha de Evia faz parte da rede de áreas protegidas da Natura 2000 da União Europeia. No ano passado, mais de 100 pessoas morreram quando um incêndio florestal atingiu uma área costeira a nordeste de Atenas e muito próxima de casas de verão.

LUSA
 







Veja também em INTERNACIONAL


Wuhan construirá hospital dedicado ao coronavírus em poucos dias
Governo tenta impedir um surto de coronavírus após mais de 25 mortes...


Trump vai apresentar plano de paz para Oriente Médio
Trump receberá líderes políticos israelenses e diz que vai apresentar plano de paz para Oriente Médio nos próximos dias...


Irã é um mal que precisa ser detido, diz Netanyahu
“Irã declara todos os dias que quer apagar Israel da face da Terra”, alertou Netanyahu...


40 milhões de pessoas isoladas na China para conter coronavírus
Restrições afetam moradores de 13 cidades da província de Hubei, apontada como epicentro da doença...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News