Rondônia, - 20:31

 

Você está no caderno - Ariquemes Online
afastamento do Prefeito de Campo Novo
Prefeito de Campo Novo de Rondônia tem bens bloqueados e é afastado do cargo por 180 dias
A decisão, que também determina a indisponibilidade de bens e o afastamento de uma servidora comissionada da Prefeitura, foi concedida em Medida Cautelar com Pedido de Liminar, proposta pelo Promotor de Justiça Matheus Kuhn Gonçalves
Publicado Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019, às 20:44 | Fonte da Redação 0

 
 

TBN

Prefeito de Campo Novo de Rondônia

O Ministério Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Buritis, obteve junto ao Poder Judiciário a indisponibilidade de bens, no valor de R$ 43 mil, e um novo afastamento do Prefeito de Campo Novo de Rondônia, pelo prazo de 180 dias. O gestor já está impedido de exercer suas funções e de acessar as dependências da Prefeitura daquele Município desde o início deste mês, por força de uma outra liminar.

A decisão, que também determina a indisponibilidade de bens e o afastamento de uma servidora comissionada da Prefeitura, foi concedida em Medida Cautelar com Pedido de Liminar, proposta pelo Promotor de Justiça Matheus Kuhn Gonçalves, a partir de Inquérito Civil Público que apura possíveis transferências irregulares de valores pertencentes ao Município de Campo de Novo para contas bancárias de titularidade da servidora.

O fato chegou ao conhecimento do Ministério Público após a Câmara Municipal de Campo Novo expedir ofício à Prefeitura requerendo cópia dos extratos referentes aos gastos públicos e análise da folha de pagamento do gabinete, em que se constatou que a servidora recebeu depósitos em suas contas pessoais, que são incompatíveis com os proventos que aufere.

De acordo com o Ministério Público, a servidora possui rendimento líquido em valor inferior a R$ 2 mil. Apesar da publicação do Decreto nº 146/2018, que proíbe a concessão de gratificações  e de realização de horas extras, em janeiro deste ano, alegando motivos pessoais, a servidora solicitou do Prefeito o pagamento de adiantamento de vencimentos, tais como férias e salários, no valor de quase R$ 20 mil. Na mesma solicitação, também requereu o pagamento de gratificação especial por condições anormais de trabalho.

Em resposta, o Prefeito autorizou o adiantamento e, em menos de 15 dias, ordenou a realização de 13 transferências irregulares que somaram bem mais que o valor solicitado, sem qualquer justificativa. Tal prática ocorreu em outras oportunidades, de acordo com o MP.

Para o Ministério Público, as condutas realizadas pelos requeridos foram praticadas de forma livre e consciente, por reiteradas vezes, o que demonstra que mantê-los no seio da Administração Pública causa risco à ordem pública de Campo Novo.

Deferimento

Acatando o pedido do Ministério Público, o Poder Judiciário determinou novo  afastamento das funções públicas do prefeito e, também, da servidora da Prefeitura, proibindo ambos de acessarem as dependências da Prefeitura Municipal e de manterem contato com servidores e testemunhas. Também decretou medida liminar de indisponibilidade de bens dos requeridos, no valor de R$ 43 mil, como meio de viabilizar o ressarcimento dos danos causados ao erário.


Fonte: Ascom MP/RO









ADS NEWS 5

Veja também em Ariquemes Online


Sábado de incêndios na Capital
Loja do grupo na Avenida Nações Unidas é consumida pelas labaredas....


Águas de Ariquemes passa a atender com água potável a Feira do Produtor Rural
A Águas de Ariquemes passa a atender com água tratada os 307 feirantes que diariamente trabalham e têm o espaço do produtor rural como principal fonte de renda....


MP capacita lideranças religiosas de Ariquemes para combate ao abuso e exploração sexual infantil
O encontro, que será aberto ao público, foi idealizado pela Promotora de Justiça Joice Gushy Mota Azevedo, em parceria com a Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica...


Incra e MDA realizam mutirão de documentação na zona rural de Ariquemes
O evento é promovido pelo Incra e delegacia federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário (Dfda), em parceria com diversos órgãos. ...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News