Rondônia, - 14:01

 

Você está no caderno - Ariquemes Online
encontro
Presidente Laerte Gomes e deputados recebem comitiva do Serviço Florestal Brasileiro
O diretor-geral Valdir Collato explanou sobre as novas diretrizes do órgão, a partir da incorporação ao Ministério da Agricultura
Publicado Quarta-Feira, 12 de Junho de 2019, às 16:15 | Fonte Assessoria de Comunicação 0

 
 

Diego Queiroz

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), na manhã desta quarta-feira (12) recepcionou uma comitiva comandada pelo diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Valdir Collato.

 

Os deputados Adelino Follador (DEM), Jair Montes (PTC), Luizinho Goebel (PV), Dr. Neidson (PMN), Ezequiel Neiva (PTB), Lazinho da Fetagro (PT), Marcelo Cruz (PTB) e Cirone Deiró (Pode) também participaram do café da manhã com os visitantes.

 

Após receber as boas vindas dos políticos rondonienses, Collato falou da sua admiração por Rondônia e disse considerar fantástica a evolução e o crescimento estado. “Em se tratando de território, o potencial de vocês é enorme, e é um estado novo, está se desenvolvendo, e rápido”, destacou ele.

 

A frente do Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Collato apresentou as novas diretrizes do órgão, a partir da incorporação ao Ministério da Agricultura (Mapa). O diretor, que é engenheiro agrônomo e foi deputado federal membro da Frente Parlamentar Agropecuária, falou sobre sua participação na elaboração do Código Florestal Brasileiro e enfatizou a necessidade e a oportunidade de harmonizar e compatibilizar a produção agrícola com a conservação do meio ambiente.

 

“Essa é a nossa função, juntar as forças, meio ambiente e agricultura para acabarmos com os conflitos de interesse. Um precisa do outro e as duas coisas caminham junto. Como o Serviço Florestal saiu do Meio Ambiente e foi para a Agricultura nossa função agora é produção e gestão em floresta”, informou o diretor.

 

Colatto apresentou as principais agendas do órgão, entre as quais, o Inventário Florestal Nacional, as concessões de florestas públicas e a gestão nacional de instrumentos do Código Florestal Brasileiro, como o Cadastro Ambiental Rural (CAR), os Programas de Regularização Ambiental (PRA) e as Cotas de Reserva Ambiental (CRA), que, conforme afirmou, ainda dependem de definições legais para serem efetivamente implementadas.

 

O diretor ainda assinalou a importância da integração entre a União e os estados para avançar em uma proposta integrada para que os proprietários e possuidores rurais possam fazer seus Programas de Regularização Ambiental por meio de auto declaração, como foi feito na fase de inscrição dos cadastros.

 

“Queremos que o PRA seja declaratório com foi feito com o CAR. Assim daremos celeridade ao processo e teremos uma redução dos custos dos produtores e do setor público possibilitando enfim um desenvolvimento sustentável, trabalhando a questão ambiental, social e econômica de forma harmônica”, disse.

 

Após ouvir as explanações do diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro, o presidente Laerte Gomes fez suas observações e ressaltou que o Governo Federal precisa entregar o que não é dele para os estados e permitir que eles sejam donos do que lhes pertence.

 

“Hoje as áreas de Rondônia são todas da União e isso é um absurdo porque as terras são de Rondônia. Quem tem que fazer a regularização fundiária somos nós. Sobre a questão das florestas, ouvindo o Collato falar e entendendo a visão do Governo Federal, isso nos anima. Pois hoje pagamos uma conta que é fruto do erro que os outros cometeram no passado”, enfatizou o presidente da ALE.

 

A desburocratização e licenciamentos foram outros dois pontos tratados pelo parlamentar. Segundo Laerte Gomes, a legislação precisa ser unificada.

 

“É preciso desburocratizar, é preciso mudar, existe muito entrave. Estamos falando de floresta, mas também podemos falar de licenciamento. Tudo precisa de licença, é o primeiro documento de qualquer atividade e isso precisa mudar. Tem que mudar de cima pra baixo, descentralizar”, afirmou Laerte Gomes.

 

Após os questionamentos e explanações dos demais participantes da reunião, o presidente Laerte Gomes agradeceu a presença de todos e colocou a Assembleia Legislativa para dar continuidades as discussões e ações que contribuam com os avanços das questões ambientais.

 

Também participaram do encontro o secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, José Humberto Chaves, Robson Luís Vieira e Paulo Henrique Carneiros, todos do Serviço Florestal Brasileiro, o secretário de Produção e Agronegócio do Acre, Paulo Guilherme Wadt, o controlador-geral do Acre, Rui Oscar, o presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de Rondônia (Faperon), Hélio Dias e membros da União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária de Rondônia (Unicafes).









Veja também em Ariquemes Online


Conjunto de ações é intensificado pela Águas de Ariquemes para diminuir as perdas de água
Somente em 2019 foram detectados quase mil irregularidades, casas, condomínios, estabelecimentos comerciais....


Expoari confirma Bonde do Forró
...


Justiça determina retirada de nome de consumidores de Ariquemes dos cadastros de proteção ao crédito
A Justiça determinou também a suspensão da exigência, por parte da empresa, de todas as faturas expedidas através dos processos administrativos de recuperação de consumo,...


MP expede recomendação sobre publicação de imagens de impacto em sites de notícias de Ariquemes
O Ministério Público de Rondônia expediu recomendação aos sites de notícias sediados no município de Ariquemes para que coloquem advertência sobre o conteúdo de notícias que tragam fotos causadoras de impacto, ...

 


ads2507



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News