Rondônia, - 20:58

 

Você está no caderno - Notícias da Justiça e do Direito
energisa condenada
Energisa é condenada em quase R$ 100 mil por danos morais e materiais
A Energisa, por sua vez alegou que não possuía responsabilidade pelo acidente, uma vez que a manutenção do fio cabia ao dono da propriedade particular.
Publicado Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019, às 08:29 | Fonte Mídia News 0

 
 

Mídia News

Energisa terá que indenizar dono de furgão

O juiz Emerson Luis Pereira Cajango, da 3ª Vara Cível de Cuiabá, condenou a concessionária Energisa ao pagamento de R$ 93 mil por danos morais e materiais causados ao dono de um furgão que teve o veículo incendiado após atingir um fio de alta tensão.

 

 

De acordo com o processo, o proprietário do furgão, E.F.P. afirmou que trabalhava realizando fretes e que, no dia 18 de setembro de 2010, seu parceiro dirigia o furgão por uma estrada rural para ter acesso a uma fazenda, quando a carroceria “enroscou” no cabo de alta tensão que cruzava a pista.

 

 

“Aduz que o caminhão começou a pegar fogo e o motorista saltou do mesmo; com o extintor em mãos, tentou apagar o fogo, porém recebeu uma descarga elétrica e caiu desacordado no chão”, diz trecho da ação.

 

 

A Energisa, por sua ve,z alegou que não possuía responsabilidade pelo acidente, uma vez que a manutenção do fio cabia ao dono da propriedade particular.

 

 

O juiz, no entanto, afirmou que por ser uma concessionária de serviços públicos, a empresa possuía responsabilidade na fatalidade.

“Ademais, ainda que se considerasse a responsabilidade do particular pela construção e manutenção da rede, não há como eximir a requerida do seu dever de fiscalização da rede elétrica”, explicou o magistrado.

 

 

Ressaltou ainda que a empresa contastou a irregularidade, mas não apresentou nenhum documento de que havia notificado o proprietário da fazenda a respeito dos cabos baixos. Pelo contrário, durante audiência de conciliação, a defesa informou que apenas orientou o dono da terra a levantar o fio.

 

 

 

 

 

“É certo que, sendo responsável pelo fornecimento da energia na propriedade, a empresa deveria ter adotado medidas mais incisivas se de fato havia constatado tal irregularidade”, disse o juiz.

 

 

 

 

 

Em sua decisão, o magistrado argumentou  que a responsabilidade do acidente aconteceu devido à falha na manutenção da rede e que, por isso, a culpa pelo dano é unicamente da Energisa.

 

 

 

 

 

“No caso, não há que se falar em responsabilidade de terceiro pela manutenção da linha e nem mesmo da existência de culpa do motorista na condução do veículo. Ou seja, é possível verificar que o acidente se deu em razão da má conservação e irregularidade dos fios de alta tensão, e não por um mero descuido do condutor, o que afasta a responsabilidade do terceiro”, afirmou o magistrado.

 

 

 

 

 

Por fim, o juiz considerou que seria justo a concessionária ser condenada em R$ 73 mil a titulo de danos morais devido o prejuízo que o autor da ação sofreu no dia do acidente, bem como pagar R$ 861,76 por mês, desde a data do acidente, referente aos lucros que ele deixou de ter por conta do carro queimado.

 

 

 

 

 

Além disso, a Energisa também terá que indenizar o proprietário do furgão em R$ 20 mil, por danos morais sofridos.

 

 

 

 

 

“Quanto aos honorários advocatícios, fixo-os em 10% do valor da condenação” determinou.









Veja também em Notícias da Justiça e do Direito


TSE julga improcedente ação de Bolsonaro contra Haddad e Folha
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou hoje (19), por unanimidade, improcedente uma ação de investigação judicial eleitoral......


Tasso apresenta relatório final da reforma da Previdência
Ele disse que polêmicas sobre mérito foram eliminadas ...


Ministra nega trâmite a HC de sargento da FAB preso na Espanha acusado de tráfico de drogas
A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), julgou inviável o Habeas Corpus (HC) 175174, por meio do qual o segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva......


Bezerra põe o cargo de líder do governo no Senado à disposição
Senador disse que cabe a Bolsonaro sua permanência no cargo ...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News