Rondônia, - 15:38

 

Você está no caderno - Notícias da Justiça e do Direito
energisa condenada
Energisa é condenada em quase R$ 100 mil por danos morais e materiais
A Energisa, por sua vez alegou que não possuía responsabilidade pelo acidente, uma vez que a manutenção do fio cabia ao dono da propriedade particular.
Publicado Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019, às 08:29 | Fonte Mídia News 0

 
 

Mídia News

Energisa terá que indenizar dono de furgão

O juiz Emerson Luis Pereira Cajango, da 3ª Vara Cível de Cuiabá, condenou a concessionária Energisa ao pagamento de R$ 93 mil por danos morais e materiais causados ao dono de um furgão que teve o veículo incendiado após atingir um fio de alta tensão.

 

 

De acordo com o processo, o proprietário do furgão, E.F.P. afirmou que trabalhava realizando fretes e que, no dia 18 de setembro de 2010, seu parceiro dirigia o furgão por uma estrada rural para ter acesso a uma fazenda, quando a carroceria “enroscou” no cabo de alta tensão que cruzava a pista.

 

 

“Aduz que o caminhão começou a pegar fogo e o motorista saltou do mesmo; com o extintor em mãos, tentou apagar o fogo, porém recebeu uma descarga elétrica e caiu desacordado no chão”, diz trecho da ação.

 

 

A Energisa, por sua ve,z alegou que não possuía responsabilidade pelo acidente, uma vez que a manutenção do fio cabia ao dono da propriedade particular.

 

 

O juiz, no entanto, afirmou que por ser uma concessionária de serviços públicos, a empresa possuía responsabilidade na fatalidade.

“Ademais, ainda que se considerasse a responsabilidade do particular pela construção e manutenção da rede, não há como eximir a requerida do seu dever de fiscalização da rede elétrica”, explicou o magistrado.

 

 

Ressaltou ainda que a empresa contastou a irregularidade, mas não apresentou nenhum documento de que havia notificado o proprietário da fazenda a respeito dos cabos baixos. Pelo contrário, durante audiência de conciliação, a defesa informou que apenas orientou o dono da terra a levantar o fio.

 

 

 

 

 

“É certo que, sendo responsável pelo fornecimento da energia na propriedade, a empresa deveria ter adotado medidas mais incisivas se de fato havia constatado tal irregularidade”, disse o juiz.

 

 

 

 

 

Em sua decisão, o magistrado argumentou  que a responsabilidade do acidente aconteceu devido à falha na manutenção da rede e que, por isso, a culpa pelo dano é unicamente da Energisa.

 

 

 

 

 

“No caso, não há que se falar em responsabilidade de terceiro pela manutenção da linha e nem mesmo da existência de culpa do motorista na condução do veículo. Ou seja, é possível verificar que o acidente se deu em razão da má conservação e irregularidade dos fios de alta tensão, e não por um mero descuido do condutor, o que afasta a responsabilidade do terceiro”, afirmou o magistrado.

 

 

 

 

 

Por fim, o juiz considerou que seria justo a concessionária ser condenada em R$ 73 mil a titulo de danos morais devido o prejuízo que o autor da ação sofreu no dia do acidente, bem como pagar R$ 861,76 por mês, desde a data do acidente, referente aos lucros que ele deixou de ter por conta do carro queimado.

 

 

 

 

 

Além disso, a Energisa também terá que indenizar o proprietário do furgão em R$ 20 mil, por danos morais sofridos.

 

 

 

 

 

“Quanto aos honorários advocatícios, fixo-os em 10% do valor da condenação” determinou.







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Notícias da Justiça e do Direito


Expansão do Projeto Apadrinhando uma História chega às comarcas do Cone Sul de RO
A segunda fase de expansão do Projeto Apadrinhando uma História está em andamento desde segunda (6)....


Profaz é apresentado em reunião sobre o turismo no Estado de Rondônia
O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO) participou na última quinta-feira (30), no Palácio Rio Madeira, da 1ª reunião da política federal do Ministério do Turismo em relação às Instâncias de Governanças Regionais (IGRs) nos municípios que fazem par...


Juízes trabalhistas são capacitados a utilizar ferramenta para a publicação de sentenças líquidas
As aulas foram expositivas, com utilização de recurso visual (slides), discussão em grupo através de trabalhos práticos e resolução de exercícios, utilizando o programa PJe-Calc...


TCE-RO disponibiliza ferramenta eletrônica que facilita pesquisa de suas ementas
Gestores, servidores públicos, comunidade jurídica e demais interessados que precisam consultar decisões do Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO) já podem contar com um novo mecanismo, cujo objetivo é facilitar a busca pela peça escolhida....

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News