Rondônia, - 16:02

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
UE isenta britânicos de visto em estadias de até 90 dias
O texto, que será votado na quinta-feira pela assembleia europeia na mini-sessão plenária a decorrer em Bruxelas, tem ainda de ser formalmente adotado pelo PE e pelo Conselho
Publicado Quarta-Feira, 3 de Abril de 2019, às 08:10 | Fonte Expresso 0

 
 

SEAN GALLUP


O Conselho da União Europeia e o Parlamento Europeu acordaram esta quarta-feira que, após o 'Brexit', os cidadãos britânicos vão poder viajar no espaço Schengen sem visto, por um máximo de 90 dias durante um período de 180.

Este acordo foi confirmado na terça-feira pelos embaixadores na União Europeia (UE), em nome dos Estados-membros, e hoje pela comissão das Liberdades Cívicas, da Justiça e dos Assuntos Internos (LIBE) do Parlamento Europeu (PE), por 38 votos a favor, oito contra e três abstenções.

O texto, que será votado na quinta-feira pela assembleia europeia na mini-sessão plenária a decorrer em Bruxelas, tem ainda de ser formalmente adotado pelo PE e pelo Conselho.

Caso seja aprovada, esta proposta legislativa, apresentada pela Comissão Europeia em 13 de novembro, entrará em vigor em 13 de abril, caso se confirme um cenário de saída desordenada do Reino Unido da UE, ou a partir do momento em que aquele país sair do bloco comunitário, caso haja um novo adiamento do 'Brexit'.

O Reino Unido será assim incluído na lista de países cujos cidadãos não necessitam de visto para viajarem para território europeu em turismo, negócios ou visitas a familiares e amigos.

Em comunicado, o Conselho recorda que as normas vigentes na UE determinam que a isenção de visto é concedida em caso de reciprocidade e que o Reino Unido já indicou que não pretender exigir vistos aos cidadãos comunitários que viajem para território britânico para estadias breves.

Todavia, a instituição europeia esclarece que caso Londres introduza no futuro a obrigação de visto para os cidadãos de pelo menos um Estado-membro, a Comissão Europeia, o Conselho, o Parlamento Europeu e os 27 atuarão "imediatamente" para exigir o mesmo documento aos britânicos.

"A Comissão Europeia monitorizará continuamente o respeito pelo princípio da reciprocidade e informará de imediato o PE e o Conselho sobre qualquer desenvolvimento que possa ameaçar o respeito por aquele princípio", conclui a nota.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em INTERNACIONAL


Relator da ONU compara assistência social atual no Reino Unido ao tempo de Charles Dickens
“A compaixão britânica tem sido substituída por uma abordagem punitiva, mesquinha e frequentemente insensível”, sinaliza o responsável. Relativamente às políticas de austeridade do Governo, diz que “é difícil imaginar uma receita melhor para exacer...


Japonesa Panasonic suspende negócios com Huawei
“Interrompemos as nossas transações com a Huawei e as suas 68 afiliadas que estão sujeitas à proibição do Governo dos Estados Unidos”, afirmou o porta-voz da empresa...


Operação da Interpol contra pedofilia permite “salvar 50 crianças”
Esta operação teve início em 2017, através do controlo de conteúdo que circula na Internet...


Número de mortos em violência pós-eleitoral sobe para sete na Indonésia
As vítimas dos confrontos eram jovens, incluindo um estudante do ensino médio de 17 anos e um jovem de 19 anos, de acordo com relatos dos media locais...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News