Rondônia, - 00:39

 

Você está no caderno - Manchete dos Jornais
manchete dos jornais
Azul assina acordo para comprar a Avianca Brasil
A Azul, terceira maior aérea do país, assinou acordo para a compra da Avianca Brasil, que está em recuperação judicial, por R$ 406 milhões.
Publicado Terça-Feira, 12 de Março de 2019, às 07:22 | Fonte EBCRADIOBRAS 0

  
 
 

12 de março de 2019
O Globo
 
Manchete : Desvinculação de verbas dará alívio aos estados
Rio gasta com despesas obrigatórias mais do que sua receita total

A PEC da desvinculação de verbas, elaborada pela equipe econômica, deve ajudar estados em má situação fiscal, como é o caso do Rio. Segundo estudo do economista Raul Velloso, especialista em finanças públicas, com base em dados de 2016, o estado gastou 102% de sua receita com despesas obrigatórias e pagamentos de servidores ativos e inativos. “Na hora que você conseguir reduzir os gastos desses segmentos protegidos por vinculações formais e informais, vai sobrar espaço, o que, no primeiro momento, vai reduzir o déficit orçamentário”, diz. (PÁGINA 15)
Governo libera R$ 1 bilhão em emendas parlamentares (PÁGINA 5)
 
Entidades repudiam ataque de Bolsonaro à imprensa (PÁGINA 6)
 
Vélez demite auxiliares para estancar crise no MEC
Pressionado pelo filósofo Olavo de Carvalho, em crise com a ala militar do MEC, o ministro Ricardo Vélez demitiu seis auxiliares dos dois lados da contenda. (PÁGINA 4)
Azul oferece R$ 404 milhões por uma parte da Avianca
Proposta engloba a compra de 30 aeronaves e 70 permissões de pouso e decolagem da aérea, que está em recuperação judicial. (PÁGINA 18)
Temporal devasta Grande São Paulo e causa 12 mortes
A chuva que atingiu com mais intensidade as zonas Sul e Leste da capital paulista e cidades do ABC, entre a noite de domingo e a manhã de ontem, levou o caos à região, com 94 registros de desabamentos e centenas de pontos de alagamento. Houve resgates dramáticos ao longo do dia. Cinco pessoas morreram por causa de desmoronamentos, quatro delas de uma mesma família, em Ribeirão Pires, durante comemoração de aniversário. Outras sete vítimas morreram afogadas. (PÁGINA 8)
Verba cortada do carnaval não é gasta em saúde e educação
O prefeito Crivella alega que redução da subvenção é para poder aplicar em saúde e educação, mas verbas dessas áreas despencaram este ano. (PÁGINA 9)
Colunistas
Merval Pereira

Julgamento no STF será decisivo para combate à corrupção (PÁGINA 2)

Míriam Leitão

Presidente tenta novo tipo de restrição à liberdade de expressão (PÁGINA 16)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
 
Manchete : Projeto que desvincula gastos chega ao Senado em abril
A proposta do ministro da Economia, Paulo Guedes, de tirar as “amarras” do Orçamento da União, de Estados e municípios deve chegar ao Senado no início de abril, de acordo com o líder do governo na Casa, Fernando Bezerra (MDB-PE). Dessa forma, poderá tramitar junto com a reforma da Previdência. A intenção, revelada pelo Estado, terá o apoio de uma Frente Parlamentar Mista do Pacto Federativo, que será lançada amanhã com o aval de 250 congressistas. A ideia é dar maior liberdade aos governantes na hora de gastar. Na União, por exemplo, as despesas não obrigatórias representam apenas 9% do Orçamento total, de R$ 1,4 trilhão. Um dos alvos da medida deve ser o porcentual mínimo de gastos em saúde e educação. O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi, indicou que as prefeituras são favoráveis à maior repartição dos recursos. ECONOMIA / PÁGS. B1 e B3
Foco na Previdência
Economistas temem que a proposta de desvinculação de gastos atrapalhe a tramitação da reforma da Previdência no Congresso. Para eles, o governo deve focar na aprovação das novas regras para a aposentadoria. 
PÁG. B3
Bolsonaro critica a imprensa a cada 3 dias
A cada três dias, em média, Jair Bolsonaro usa as redes sociais para criticar ou questionar o trabalho da imprensa. Desde janeiro, foram 29 publicações com esse teor, incluindo texto com informações falsas envolvendo jornalista do Estado, replicado por ele no domingo. O texto tem como origem postagem no site francês Mediapart assinada por Jawad Rhalib, que se apresenta como “autor, cineasta e jornalista profissional”. 
POLÍTICA / PÁGS. A4 e A8
Chuva deixa 12 mortos e trava São Paulo
As chuvas que atingiram a cidade de São Paulo e o Grande ABC, na noite de domingo e na madrugada de ontem, deixaram pelo menos 12 mortos e 5 feridos na região. É o maior número de óbitos por enchentes e soterramentos desde março de 2016, quando um temporal resultou na morte de 18 pessoas. Na capital, os bombeiros contaram pelo menos 135 chamados para quedas de árvore e 175 para desmoronamentos. Cinco pessoas morreram nos deslizamentos. 
METRÓPOLE / PÁGS. A13 e A14
Roubos de combustível preocupam governo
Em três anos, quadrilhas perfuraram 578 pontos na malha de oleodutos do País para roubar gasolina e diesel – as ações criminosas chegaram a interromper o fluxo de combustíveis para Brasília. O governo estuda aumentar a punição para esse tipo de crime e a Petrobrás quer que a Polícia Federal intensifique as investigações. 
ECONOMIA / PÁG. B4
Azul propõe pagar R$ 404 mi pela Avianca
A Azul assinou proposta para comprar a Avianca Brasil por R$ 404 milhões. Com isso, ela encosta na Gol e Latam. O negócio inclui 30 aviões e 70 autorizações de pouso e decolagem. A dívida de R$ 1 bilhão da Avianca ficará de fora. 
ECONOMIA / PÁG. B6
‘Informações são falsas’, diz site francês (Pág. A8)
 
‘Pesquisador’ falou em trabalho acadêmico (Pág. A8)
 
Gol suspende voos com modelo que caiu na África (Economia / Pág. B6)
 
Com apagão, Caracas fica também sem água (Internacional / A11)
 
Eliane Cantanhêde
Enquanto o pau quebra entre “olavetes” e militares, os filhos do presidente e o próprio continuam guerreando pela internet. 
POLÍTICA / PÁG. A8
Notas & Informações
A missão do ‘Estado’ 

Os jornalistas do Estado se pautam pelo compromisso inarredável com os valores democráticos e com o regime da lei, que estão na essência da identidade do jornal desde sua fundação, em 1875. A defesa da liberdade contra todo tipo de tirania, a começar por aquelas que se creem chanceladas pelas urnas, marca a atuação desta publicação e de seus profissionais ao longo de 144 anos de história. PÁG. A3

Guedes, economia e ideologia

O ministro Paulo Guedes precisará concentrar-se na reforma da Previdência. PÁG. A3
 
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
 
Manchete : Temporal deixa ao menos 12 mortos na Grande São Paulo
Choveu, em 12 horas, quase um terço do previsto para o mês de março na capital; comércio tem prejuízo de R$ 45 milhões

A chuva na Grande SP na noite de domingo e madrugada de segunda deixou 12 mortos, prejuízo de R$ 45 milhões ao comércio, árvores caídas, alagamentos e perdas em carros, prédios e escolas. 

O número de óbitos é, diz a Defesa Civil, o terceiro maior desde 1987, quando 53 morreram em inundações . Pessoas passaram a noite no teto de casas ou ficaram ilhadas, sem poder sair do trabalho ou chegar a ele. 

Prédios na zona sul de São Paulo precisaram ser interditados por causa do risco de ruírem. O prefeito Bruno Covas (PSDB) abreviou viagem que fazia à Europa para reassumir o cargo hoje. O prefeito interino,vereador Eduardo Tuma( PSDB), afirmou que o caos era imprevisível. 

O índice médio de chuva em São Paulo no intervalo de 12 horas foi de 57,8 mm, quase um terço dos 177,4 mm esperados para março e o segundo maior volume já registrado na capital paulista. (Cotidiano B1)
 
Cidade e estado gastaram só 41% do orçado em prevenção (Pág. B2)
 
Militar coordenará as redes sociais do governo Bolsonaro
O governo de Jair Bolsonaro escalou o coronel Didio Pereira de Campos para coordenar as mídias digitais do Planalto. No domingo, o presidente criou nova polêmica ao divulgar em conta pessoal relato deturpado da conversa de uma jornalista. (Poder A8)
 
Presidente baixará tom nas redes quando for a hora, afirma Joice (Pág. A4)
 
Empresa mencionada na Lava Jato vence o edital do parque Ibirapuera (Pág. B4)
 
Brasil e EUA fecham após 20 anos acordo sobre a base de Alcântara (Pág. B6)
 
Azul assina acordo para comprar a Avianca Brasil
A Azul, terceira maior aérea do país, assinou acordo para a compra da Avianca Brasil, que está em recuperação judicial, por R$ 406 milhões. O negócio envolve certificado de operador aéreo, 30 aviões e 70 slots (autorizações de pousos e decolagens). (Mercado A21)
Três países e Gol deixam aviões da Boeing no chão (Mundo A13)
 
Editorial
Marcha a ré

Acerca de programa paulista para as montadoras.

Fogueira das crendices

Sobre conflitos e expurgos no MEC e no Itamaraty. (Opinião A2)







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Manchete dos Jornais


Planalto segura reajuste para dar 13º do Bolsa Família
O presidente Jair Bolsonaro anuncia nesta quinta (11) o 13º salário para cadastrados no Bolsa Família — despesa adicional de R$ 2,5 bilhões....


Após críticas de ministros, Moraes revoga censura a site
Recuo três dias após decisão foi derrota para o presidente da Corte, Dias Toffoli...


confira as manchetes dos jornais desta segunda 1º de maio
O Brasil investe, em média, R$ 10 bilhões por ano em saneamento básico, menos da metade do previsto para chegar a 2033 com 100% de cobertura de água e esgoto, como prevê o Plano Nacional de Saneamento Básico....


‘Tchutchuca é a mãe’, diz Guedes na CCJ
O ministro da Economia, Paulo Guedes, teve passagem tumultuada ontem pela CCJ da Câmara – numa prévia do que deve ocorrer na comissão especial. ...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News