Rondônia, - 09:10

 

Você está no caderno - Educação
volta as aulas
Governador abre o ano letivo da rede estadual de ensino
O Ano Letivo da rede estadual de ensino foi aberto oficialmente na manhã de hoje (11) pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, em solenidade realizada na escola Brasília
Publicado Segunda-Feira, 11 de Fevereiro de 2019, às 18:42 | Fonte Vanessa Moura 0

 
 

Ésio Mendes

O Ano Letivo da rede estadual de ensino foi aberto oficialmente na manhã de hoje (11) pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, em solenidade realizada na escola Brasília, em Porto Velho, uma das 11 escolas que faz parte do Programa Escola Novo Tempo – Ensino Médio em Tempo Integral.  Com o slogan “Novos Tempos, Novas Aprendizagens, Melhores Resultados”, o Estado tem o desafio de melhorar o desempenho no Ensino Médio e a educação profissional.

 

‘‘Eu vejo na educação a salvação. Vamos juntos mudar o nosso estado e a mudança começa dentro de nós, com nossas atitudes. Se estivermos comprometidos vamos vencer qualquer adversidade’’, disse o governador ao pedir um esforço conjunto de alunos, profissionais da educação e as sociedade geral para fazer a diferença na educação, fazendo o que é certo.

 


Governador de Rondônia, coronel  Marcos Rocha, diz que com nova educação o Estado deve avançar no desempenho do Ensino Médio e na formação para o mercado de trabalho

 

Marcos Rocha ainda destacou que escolheu o professor Suamy Lacerda para ser secretário da Educação porque conhece os projetos que ele tem para melhorar o ensino. ‘‘São projetos encantadores que eu quero que aconteçam. Não tenho dúvida que podemos ter a melhor educação do nosso país’’, afirma. Para ele, a nova educação de Rondônia deve fazer com que o estudante esteja preparado para o mercado de trabalho.

 

O governador usou a própria história para motivar os estudantes a fazerem boas escolhas. ‘‘Eu vivi uma situação muito difícil, éramos muito pobres. Recebi convite para assaltar, usar drogas, mas os ensinamentos dos meus pais era que eu dissesse não para essas propostas’’. Ele começou os estudos em escolas públicas, durante três anos estudou em uma escola sendo bolsista, e depois fez o Ensino Médio em escola pública novamente.

 

‘‘Aos 17 anos entrei para o Exército e depois fui aprovado na Polícia Militar, tive a oportunidade de ser diretor da escola Tiradentes, mas tenho tristeza ao saber que muitos dos meus amigos já morreram por envolvimento no crime e nas drogas. Mas isso é uma questão de escolha. Eu tive professores que me orientaram, me trataram com carinho e respeito. As escolas tem que ter esse cuidado. A vocês alunos, eu peço que estejam imbuídos de fazer a diferença. É importante aprender, é importante passar por essa capacitação’’, avalia o governador.







Veja também em Educação


Pesquisadora conta como dados auxiliaram a educação dos EUA
Catherine Snow é referência em alfabetização e pesquisa o assunto há três décadas ...


MEC lança Sistema Educacional Brasileiro, banco de dados nacional de estudantes
Dispositivo reunirá informações a serem utilizadas para a emissão da carteira ID Estudantil ...


Enem chega a 42 instituições em Portugal
Inep fechou acordo com o Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe) ...


Prazo final para bolsas remanescentes do ProUni é prorrogado até 4 de outubro
Candidatos matriculados em instituições privadas de ensino superior ganharam mais tempo para concorrer às bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni)...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News