Rondônia, - 16:21

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
roraima: energia vem da venezuela
Energia: Roraima ''nas mãos de Maduro'' Bolsonaro tem a saída
O governo de Jair Bolsonaro trabalha com um plano de emergência caso a Venezuela decida cortar totalmente o fornecimento de eletricidade para Roraima.
Publicado Sábado, 9 de Fevereiro de 2019, às 20:36 | Fonte da Redação 0

  
 
 

O governo de Jair Bolsonaro trabalha com um plano de emergência caso a Venezuela decida cortar totalmente o fornecimento de eletricidade para Roraima. Trata-se do único estado brasileiro não conectado ao Sistema Interligado Nacional (SIN), o sistema de produção e transmissão de energia elétrica do País.

 

O assunto foi abordado numa reunião entre o Ministério de Minas e Energia e o governo de Roraima em 30 de janeiro. No encontro estiveram o governador Antônio Denarium (PSL), o secretário de Energia Elétrica do ministério, Ricardo Cyrino, o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, e diretores da Roraima Energia, responsável pela distribuição de eletricidade no estado. 

 

O governo considera a possibilidade de a hidrelétrica de Guri, no estado venezuelano de Bolívar, interromper integralmente o envio de eletricidade a Roraima. O ato seria uma forma de retaliação diante do reconhecimento do governo brasileiro de Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela, anunciado durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos.

 

O reconhecimento de Guaidó já conta com vários países das Américas e da Europa. Na prática, é como se Bolsonaro não reconhecesse mais a legitimidade de Nicolás Maduro enquanto presidente – um rompimento total da relação. Saiba mais: Para evitar apagões, Ministério de Minas e Energia abre consulta pública para leilão de energia em Roraima.  

 

O risco de retaliação, entretanto, diminuiu nos últimos dias, conforme pessoas ouvidas pelo jornal Folha de S.Paulo. Na opinião dos interlocutores, a interrupção da eletricidade vinda de Guri já teria sido realizada se Maduro quisesse de fato enviar uma mensagem política ao governo do Brasil. Mesmo assim, a hipótese está sobre a mesa e ações emergenciais são consideradas.

 

O governo considera tomar as medidas inclusive por constantes falhas técnicas nas linhas de transmissão entre os países. Roraima é abastecida com energia venezuelana desde 2001, mas, com a crise econômica no país vizinho, as devidas manutenções na estrutura não têm sido implementadas.

 

Por GUILHERME CAETANO - www.sunoresearch.com.br.







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Notícias da Amazônia


Abusos: Deputados do Acre criam CPI da Energisa
Deputados da base do governo tentaram suspender CPI durante sessão na Aleac. Comissão foi protocolada e espera leitura e publicação do presidente da Casa....


Comissão Pastoral da Terra lança relatório Conflitos no Campo Brasil 2018 na sede da CNBB
A Comissão Pastoral da Terra (CPT) lançou no dia 12 de abril, a publicação anual, Conflitos no Campo Brasil 2018. É a 34ª edição do relatório que reúne dados sobre os conflitos e violências sofridas......


Bebê nasce dentro de carro da Uber, caso aconteceu em Belém
Na publicação feita na última semana, ele conta como tudo aconteceu. “Uma criança nasceu no meu carro a caminho do hospital......


ICMbio vai contratar brigadistas para combate de incêndio no Acre
Editais e melhores informações ainda serão publicados mas, junto com outras, a unidade de Rio Branco do ICMbio já tem assegurada a realização desse concurso....

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News