Rondônia, - 19:31

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Ministério Público quer que Uber exija CPF de passageiros no Brasil
Publicado Quinta-Feira, 6 de Dezembro de 2018, às 19:54 | Fonte Olhar Digital 0

 
 

(Foto: Olhar Digital)

 

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) abriu uma ação na 3ª Vara Empresarial da Comarca da Capital contra a Uber. O objetivo é exigir que a empresa de transporte por aplicativo guarde o CPF de todos os passageiros que efetuem pagamento em cartão de crédito no app.

Atualmente, o usuário não é obrigado a inserir os dados do seu CPF no aplicativo quando faz o cadastro de um cartão de crédito. Mas segundo o MPRJ, a Uber deveria ter essa informação em mãos se o usuário precisar pedir o dinheiro de volta em caso de cobrança indevida.

Segundo a Agência Brasil, o MPRJ argumenta que a Uber "não apresenta segurança no pagamento das corridas feitas, uma vez que permite o cadastramento e vinculação de cartão de crédito de terceiros para uso do aplicativo, sem que haja conhecimento e autorização da pessoa que teve o cartão cadastrado".

O Ministério Público propôs à Uber um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), para que ela se comprometa a incluir o número do CPF do titular do cartão, mas a empresa não aceitou a proposta. Se a Justiça ficar do lado do MPRJ, a Uber pode ser condenada a pagar R$ 10 mil em multa se não cumprir a determinação.

A Uber alegou, em resposta à petição do MPRJ, que a "legalidade de sua conduta e a inexistência de previsão legal para a exigência de dados, além daqueles já exigidos dos usuários, e a inexistência de desrespeito a direitos difusos, coletivos ou individuais" tornam a exigência de CPF desnecessária.

Em comunicado compartilhado com a imprensa, a Uber diz que "que a Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro é improcedente e deveria ser arquivada". "A Uber exige dos seus usuários que optam por utilizar cartão de crédito como método de pagamento que insiram os mesmos dados normalmente demandados por outras empresas para compras online - nome, número do cartão, código de verificação."

"Ainda que terceiros usem o cartão de crédito indevidamente, o titular hoje já dispõe de meios para contestar cobranças indevidas, seja perante as administradoras de cartão, seja perante a própria Uber por meio do botão 'Ajuda', disponível no próprio aplicativo", acrescentou a empresa.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Separamos tudo o que você precisa saber para ser um desenvolvedor web de front-end completo
Não há dúvidas de que vivemos em uma era tecnológica e cada vez mais digital. ...


Inteligência artificial pode aumentar em até 5% o desemprego entre menos qualificados nos próximos 15 anos
Ainda que a gente fale pontualmente de inteligência artificial em aplicações específicas, o fato é que a tecnologia vai influenciar profundamente o mercado de trabalho. ...


Amazon cria armazéns para itens perigosos após incidente com repelente de urso
Após o episódio envolvendo um vazamento de repelente de ursos em um depósito da Amazon no final do ano passado que afetou dezenas de trabalhadores no local, a empresa planeja armazenar produtos perigosos similares em instalações especializadas....


Executivos do Facebook acham que dividir a empresa não resolveria nenhum problema
Com os pedidos de divisão do Facebook começando a ganhar apoio de diversos candidatos à presidência dos Estados Unidos em 2020 – incluindo dos senadores Elizabeth Warren e Bernie Sanders – está ficando difícil para que os líderes da rede social se ...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News