Rondônia, - 16:46

 

Você está no caderno - Notícias da Região Norte
Energia limpa em Roraima
Empresários e povos indígenas discutem alternativas para energia limpa em Roraima
Promovido pelo ISA e ICS, seminário “Roraima Transição Energética” ocorrerá em Boa Vista nesta quarta-feira
Publicado Quinta-Feira, 22 de Novembro de 2018, às 05:33 | Fonte Amazonia.org.br 0

  
 
 

Equipe durante a instalação da torre Tamanduá, que mede a força dos ventos na Terra Indígena Raposa-Serra do Sol, em Roraima | Aldenir Cadete – CIR

 

Nesta quarta-feira, 21 de novembro, a cidade de Boa Vista (RR) recebe o seminário “Roraima: Transição Energética”. O evento, promovido pelo Instituto Socioambiental (ISA) e pelo Instituto Clima e Sociedade (ICS), com apoio da Fundação Mott, debaterá a transição para uma matriz energética mais limpa e diversificada no Estado.

Roraima é o único Estado brasileiro que ainda está fora do sistema interligado nacional de fornecimento de eletricidade. Também não possui geração de energia local e depende de energia importada da Venezuela e da geração de energia térmica, o que implica em trazer grandes volumes de óleo diesel para alimentar as usinas. A limitação no fornecimento de energia é um obstáculo para o desenvolvimento econômico das cidades e também de centenas de vilas e comunidades do interior. O evento ocorrerá entre às 9h e 13h, no auditório do Hotel Aipana Plaza.

A geração de energia com fontes alternativas já está sendo avaliada por vários setores da sociedade local, como o empresariado e os povos indígenas. Iniciativas com o objetivo de aproveitar a energia do sol, vento e biomassa, fontes de energia abundantes em Roraima, já estão em andamento. Neste quesito, Roraima desponta com uma potência na região amazônica, apresentando potencial de sol e vento semelhante ao encontrado nos Estados do nordeste brasileiro.

Entre os palestrantes do evento estão representantes da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica), com 16 Gigawatts de energia instalados, e da AES, que tem usinas instaladas em vários Estados do país, além de representantes do setor comercial, industrial, agropecuário, governamental, acadêmico, dos povos indígenas e da sociedade civil. O objetivo é facilitar uma interação positiva entre os diversos atores interessados no tema da energia, identificando oportunidades e pactuando caminhos para o crescimento deste mercado em Roraima (veja a programação).

O mercado de energia alternativa no Brasil cresceu bastante nos últimos anos, deixando se ser um tema prioritariamente ambiental para se tornar também uma questão empresarial e governamental. No caso de Roraima, Estado que ainda dependente muito do repasse de recursos federais e detém enorme riqueza ambiental, o aproveitamento das fontes alternativas seria também importante para fortalecer iniciativas de desenvolvimento sustentável, dinamizar a economia e criar novas oportunidades de negócios.

 

Fonte: ISA

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Notícias da Região Norte


Negócios são linha de defesa crítica contra desmatamento no Brasil, afirma consultoria internacional
Um boletim informativo divulgado semana passada analisa quatro empresas do setor privado que podem sofrer riscos materiais, financeiros, de acesso a mercados e de reputação ao se associarem com o desmatamento da Amazônia. ...


Incêndios florestais: Amajari queima com o fogo
Tomado pelo fogo, Roraima já registrou 2.690 focos de calor este ano....


Bebê morre dentro de carro esquecido pelo pai
Um bebê de 1 anos e 4 meses morreu após ser esquecido durante 3 horas dentro de um carro pelo pai....


Tocantins: Condições precárias na TO-020 dificultam tráfego de veículos e provocam acidentes
Uma mulher, que pediu para não ser identificada, fez o registro de um acidente, quando passava pelo local neste domingo (24)....

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News