Rondônia, - 13:20

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Caso Kahshoggi. Rei saudita diz que autoridades estão a “cumprir o seu dever de estar ao serviço da Justiça”
Num discurso perante o Conselho da Shura, Salman bin Abdulaziz elogiou o sistema judiciário do país, referindo-se de forma indireta ao caso do jornalista saudita que foi morto no consulado de Istambul no mês passado
Publicado Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018, às 10:32 | Fonte Expresso 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=357089&codDep=24" data-text="Caso Kahshoggi. Rei saudita diz que autoridades estão a “cumprir o seu dever de estar ao serviço da Justiça”

  
 
 

ANADOLU AGENCY/GETTY


O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz, elogiou esta segunda-feira o sistema judiciário e o Ministério Público do país, alegando que estão a “cumprir o seu dever de estar ao serviço da Justiça”.

Num discurso perante o Conselho da Shura, o monarca saudita referiu-se assim de forma indireta ao caso de Jamal Kahshoggi, o jornalista que foi morto no consulado de Istambul no passado dia 2 de outubro, e que originou vários protestos e sanções por parte dos EUA. Mas sobre o assassínio de Kahshoggi não existiu nenhuma referência direta.

Salman bin Abdulaziz apelou também ao fim do programa nuclear do Irão e reafirmou o seu apoio para acabar com o conflito no Iémen e para encontrar uma solução política para a Síria. Ainda sobre o Médio Oriente, o rei saudita afirmou que a questão palestiniana constitui uma “prioridade para o reino”, refere a Al-Jazeera.

As declarações do rei saudita surgem um dia depois de o Presidente norte-americano ter afirmado que recusa ouvir as gravações do assassínio de Kahshoggi. “É uma gravação de sofrimento, é uma gravação terrível. Eu fui completamente informado sobre isso, não há nenhuma razão para ouvir essa gravação”, disse Donald Trump em entrevista à Fox News.

O líder dos EUA afirmou ainda que o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman – que é apontado pela CIA como sendo o autor moral da morte de Kahshoggi – lhe garantiu várias vezes que não teve qualquer envolvimento no assassínio do jornalista.

Na última semana, o Governo norte-americano aplicou sanções a 17 responsáveis sauditas alegamente envolvidos no assassínio de Khashoggi. No entanto, várias vozes do Congresso apelam à aplicação de sanções mais pesadas.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em INTERNACIONAL


Shows na fronteira marcam duelo entre governo e oposição na Venezuela
De um lado, no evento organizado pelo autoproclamado presidente interino Juan Guaidó, milhares de venezuelanos e colombianos ignoram o forte calor na cidade de Cúcuta, na fronteira da Colômbia com a Venezuela...


Guaidó participa de show na Colômbia
Guaidó se encontrou com o presidente colombiano, Iván Duque, perto do palanque, onde acontece desde cedo um show em favor da entrada de ajuda à Venezuela....


Fechamento total da fronteira da Venezuela com o Brasil já é realidade
Em uma operação coordenada com os EUA, o governo Jair Bolsonaro vai permitir o uso de território brasileiro para que opositores do ditador Nicolás Maduro tentem levar ajuda humanitária à Venezuela em 23 de fevereiro....


Ditador Nicolás Maduro fecha fronteira com o Brasil
Em Brasília, o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, disse que o planejamento para entrega de leite em pó e kits de primeiros socorros foi mantido...

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News