Rondônia, - 06:44

 

Você está no caderno - Agronegocios / Pecuária
AGRONEGÓCIO
Ultron da 2L é vendido por R$ 72 mil no Leilão do Adir
Com média geral de R$ 16.477,06, o destaque absoluto foi o touro Ultron da 2L, vendido por R$ 72 mil.
Publicado Terça-Feira, 23 de Outubro de 2018, às 16:50 | Fonte Assessoria 0

 
 

Divulgação

Com a venda de 51 touros da raça Nelore, o remate anual de reprodutores do Grupo Adir movimentou R$ 838.800,00, em um dos leilões mais aguardados do estado de Goiás. Realizado na Fazenda Barreiro Grande, em Nova Crixás, no dia 13 de outubro, com a possibilidade de financiamento das compras pelo Banco do Brasil, o evento reuniu pecuaristas do País todo.

Com média geral de R$ 16.477,06, o destaque absoluto foi o touro Ultron da 2L, vendido por R$ 72 mil. Ele é filho de Visual da Zeb VR, uma das linhagens mais procuradas pelo mercado no Grupo Adir. E não por acaso, Visual é eficiente para “refrescar” qualquer acasalamento existente e não existe genética dele em outro plantel, atualmente.

 

“Comprar um reprodutor Adir significa ter um animal que acasala com qualquer linhagem ou raça, seja em plantel de gado puro ou rebanho comercial”, resume o diretor do grupo, Paulo Leonel. Além da genealogia diferenciada, a avaliação de carcaça do jovem reprodutor também impressiona: 14,51 cm2 de AOL por 100 kg e 3,24% de marmoreio.

 

Ou seja, os números indicam que Ultron produz carne macia e saborosa, além de possuir índice de espessura de gordura subcutânea superior à média para sua idade, atributo importante aos frigoríficos. Destaque também para os filhos de Opus FIV da Brumado, com 12 animais vendidos por R$ 187.200,00 – média de R$ 15.600,00.

 

“É o pecuarista quem decide onde vai usar a genética Adir. Se ele quer gado para pista, pasto, melhoramento genético ou produção de gado de corte, a solução é a mesma. Não existem dois Nelores, a raça é uma só”, explica Leonel. O Grupo Adir prioriza a produção de animais adaptados, padronizados, com aprumos corretos, dorso plano, racial preservado e baixo peso ao nascer, construídos a partir de linhagens POI preservadas.

 

Genética que agrega valor

 

A genética Adir tem sido uma forma de pecuaristas faturarem mais no abate do gado de corte. O Grupo coordena e abastece um recém-criado Programa de Qualidade de Carne Nelore do Frigorífico Masterboi, que possui sede em Recife (PE) e plantas no Pará e Tocantins. “Há um público que exige produtos de qualidade superior e acreditamos que a parceria com o Grupo Adir nos ajudará atender a essa demanda”, afirma Amaro Rodero, diretor do grupo Masterboi.

Em Alagoas, a parceria é com a Cooperativa do Agronegócio do Boi (Cooperboi), que possui 52 cooperados. “Nossa meta principal é abastecer a gastronomia local com cortes mais tenros, macios e suculentos”, ressalta José Ronaldo, diretor da Cooperboi, que aprovou o projeto de avaliação de carcaça realizado pelo Grupo Adir.

Financiamento BB

A edição 2018 do Leilão do Adir, em 3 de agosto, marcou o início do convênio do Grupo com o Banco do Brasil. Recém-lançado, o Programa de Melhoramento Genético Banco do Brasil e Adir oferece taxas a partir de 4,6% e até dez anos para pagar.

“O Banco do Brasil é o maior banco da América Latina e líder mundial em crédito para o agronegócio. Não podemos associar uma marca tão valiosa quanto à nossa a outra que não seja do porte do Grupo Adir. Não temos dúvidas de que o programa será um sucesso”, frisa o diretor de Agronegócio do Banco do Brasil, Marco Túlio Moraes da Costa.

Comprovação no gancho

 

Além de toda a preocupação com caracterização racial e conformação desejada para condições de campo, esculpida pelo patriarca Adir do Carmo Leonel, há 58 anos, o Grupo Adir tem investido pesado nos abates técnicos por touro, para reunir genética pioneira e carcaça moderna em um mesmo animal.

O projeto iniciado em outubro de 2014 é coordenado pelo professor Sérgio Pflanzer, da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp (Campinas/SP). O trabalho, único no País, já provou os touros Jiandut FIV (linhagem Golias), OPUS FIV do Brumado (linhagem Jeru), Naman FIV da 2L (linhagem Visual), Jallad FIV da 2L (Golias) e Palluk POI FIV da 2L, também de linhagem Golias.

Os resultados mostram novilhos Nelore abatidos com peso médio de [email protected], rendimento de carcaça de até 59% e espessura de gordura máxima de 6 mm, suficientes para os credenciar a qualquer programa de qualidade de carne bovina.

A iniciativa é coroada por avaliações de carcaça in vivo por ultrassonografia, promovidas por Liliane Suguisawa, da DGT Brasil, que revelaram o touro Nelore número um em marmoreio do Brasil: Quanupur da 2L, que deixou para trás nada menos que outros 500 mil animais.







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Agronegocios / Pecuária


Universidade cria técnica que identifica uso de agrotóxicos em frutas
Um estudo desenvolvido pela Universidade Federal de Goiás (UFG) possibilitará, a produtores e autoridades sanitárias, identificar e mensurar o uso de agroquímicos – em especial pesticidas e fungicidas – nas frutas e legumes consumidos no país....


FNO disponibiliza R$ 2 bilhões para financiamentos no Tocantins
Na ocasião, o presidente da instituição financeira, Valdecir Tose, anunciou que a meta é alcançar R$ 2 bilhões em investimentos no Tocantins em 2019....


Agrotins 2019: Seagro abre inscrições para evento sobre tilápia
O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e  Aquicultura (Seagro) inicia a partir desta sexta-feira, 26......


Agrotins 2019: Maior feira de agrotecnologia da Região Norte segue até sábado (11)
A abertura do evento contará com a presença do governador do Tocantins, Mauro Carlesse, juntamente com autoridades estaduais, expositores...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News