Rondônia, - 01:34

 

Você está no caderno - Agronegocios / Pecuária
produção de peixes em ariquemes é dúvida
Afinal de contas qual a produção de peixes em Ariquemes? produtores e IBGE divergem dos números
Pelos dados preliminares, Rondônia teria uma produção anual de apenas 31 mil toneladas de pescado. Já a classe produtora acredita que a produção esteja entre 85 mil e 90 mil toneladas/ano.
Publicado Sábado, 20 de Outubro de 2018, às 16:04 | Fonte da Redação 0

 
 

Carlos Oliveira / Ariquemes Online

Expovale aconteceu em Ariquemes

Criadores de peixes em cativeiro de e analistas do IBGE/RO não chegam a um concesso sobre a real produção em números. 

 

Em reunião na sede da Associação Comercial e Industrial de Ariquemes (ACIA), o analista de pesquisa do IBGE/RO anunciou que os dados do senso agropecuário 2016/17 serão avaliados. Representantes da ACIA e da Associação dos Criadores de Peixes de Ariquemes e Região (ACRIPAR) questionam os resultados preliminares já divulgados.

 

Pelos dados preliminares, Rondônia teria uma produção anual de apenas 31 mil toneladas de pescado. Já a classe produtora acredita que a produção esteja entre 85 mil e 90 mil toneladas/ano.

 

O presidente da ACIA e da ACRIPAR, Francisco Hidalgo Farina, disse que pela quantidade de alevinos e quantidade de ração disponibilizados no mercado anualmente, a quantidade de produção de peixe deve ser muito superior aos dados divulgados previamente pelo IBGE. “Hoje somos o maior produtor nacional de tambaqui em cativeiro e o nosso peixe já está em vários Estados. Para continuarmos crescendo é necessário termos dados reais da nossa produção, para mostrarmos que temos condições de atender um mercado ainda maior”, argumenta.

 

O analista de pesquisa do IBGE/RO Jorge Elarrat disse que a análise dos dados do senso agropecuário é uma fase natural deste processo. “Já estamos buscando formas de sermos o mais fiel possível à realidade, por isso a revisão dos dados e a discussão deles com o setor produtivo é importante, para garantir os futuros investimentos para o nosso Estado, não apenas no que diz respeito à piscicultura, mas a todos os setores do agronegócio e agricultura familiar”, lembra.

 

Elarrat também fez um alerta. “É importante que todas as pessoas pesquisadas pela nossa equipe sejam fiéis à realidade, pois o IBGE tem o interesse de ser o mais fiel possível ao cenário atual, lembrando que os nossos colaboradores não fazem parte de nenhum órgão de fiscalização”, explica.

 

Os dados atualizados do Senso Agropecuário deverão ser divulgados no final do mês de novembro.

 

As informações são de  Luis Martins / ACIA.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Agronegocios / Pecuária


Universidade cria técnica que identifica uso de agrotóxicos em frutas
Um estudo desenvolvido pela Universidade Federal de Goiás (UFG) possibilitará, a produtores e autoridades sanitárias, identificar e mensurar o uso de agroquímicos – em especial pesticidas e fungicidas – nas frutas e legumes consumidos no país....


FNO disponibiliza R$ 2 bilhões para financiamentos no Tocantins
Na ocasião, o presidente da instituição financeira, Valdecir Tose, anunciou que a meta é alcançar R$ 2 bilhões em investimentos no Tocantins em 2019....


Agrotins 2019: Maior feira de agrotecnologia da Região Norte segue até sábado (11)
A abertura do evento contará com a presença do governador do Tocantins, Mauro Carlesse, juntamente com autoridades estaduais, expositores...


Agrotins 2019: Seagro abre inscrições para evento sobre tilápia
O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e  Aquicultura (Seagro) inicia a partir desta sexta-feira, 26......

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News