Rondônia, - 12:04

 

Você está no caderno - Porto Velho
Energisa
Energisa fará recomposição de área de preservação no Cristal da Calama
Ação acontece neste sábado (28) e soma-se a outras iniciativas, como a distribuição de cestas básicas do projeto Energia do Bem e doação de mais de 4 mil mudas para o projeto Plante Castanha Brasil
Publicado Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, às 15:09 | Fonte Assessoria 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Divulgação

A Energisa já doou mais de 4 mil mudas de castanheiras para o projeto Plante Castanha Brasil, do governo do estado de Rondônia. Agora, a empresa vai doar e ajudar a plantar mais uma centena de árvores nativas da região em uma Área de Preservação Permanente (APP) da localidade Cristal da Calama, em Porto Velho. A APP fica vizinha a uma área de lazer da comunidade e, além de fazer o plantio e a recomposição das matas que cercam o córrego local, a empresa vai ajudar a revitalizar o local de recreação dos moradores.

O plantio e a revitalização estão marcados para o próximo sábado (28), quando a empresa estará na comunidade para entregar as cestas básicas da nova etapa do projeto Energia do Bem, que acontece em parceria com a Unesco e com a Central Única das Favelas (CUFA). A ideia inicial era engajar colaboradores e moradores em um grande mutirão. O recrudescimento dos casos de Covid-19, porém, alterou os planos. Os trabalhos serão feitos por equipes da própria distribuidora e de empresas parceiras, seguindo todos os protocolos de segurança que o setor elétrico, por ser um serviço essencial, é obrigado a cumprir para garantir a manutenção de suas atividades mesmo na pandemia.


“Estamos acostumados a manter as atividades com segurança em qualquer circunstância, como acontece nas chuvas e agora na pandemia. Optamos por seguir com o projeto, sem a ação de voluntariado, para proteger a população e nossos colaboradores. Assim, garantimos que o presente que planejamos para o Cristal da Calama seja entregue”, explica o coordenador de meio ambiente da Energisa, Luzay Lopo.

Segundo ele, a empresa mapeou as áreas que serão plantadas com base em imagens de satélite, depois que a CUFA sugeriu a primeira localidade a ser beneficiada pela ação. A ideia é repetir em outras localidades. “Estamos em um período propício para o plantio, já que o solo está úmido. Essa é uma oportunidade de deixarmos um legado maior para essas comunidades, cuja vulnerabilidade social foi mapeada pela Unesco no projeto Energia do Bem”, completa, lembrando que locais para prática de exercício ao ar livre tornaram-se essenciais com a pandemia de Covid-19.

A ação no Cristal da Calama ocorrerá no sábado (28), a partir das 7h. Após o plantio, a CUFA distribuirá cestas básicas para mães da comunidade. No total, o projeto da Energisa com a Unesco está distribuindo 8 toneladas de alimentos, entre os meses de outubro e dezembro, para 190 famílias.





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Porto Velho


Atenção: Comunicado da Prefeitura de Porto Velho sobre a Chamada Escolar 2021
A Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Porto Velho, comunica que devido......


Pós-festas, Porto Velho tem alta de novos casos, mortes e sobrecarrega Call Center
“É um desgaste porque todo atendimento do Call Center tem que explicar tudo o que acontece......


Governo prorroga prazo para credenciamento de restaurantes de Porto Velho para o programa Prato Fácil
O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social......


Sancionada lei do deputado Alex Silva que inclui o evento “Marcha para Jesus” no calendário cultural oficial do estado de Rondônia
Celebração poderá ocorrer anualmente no feriado nacional de Corpus Christi ...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE