Rondônia, - 13:09

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Android 11 quer impedir que fabricantes 'matem' apps em 2º plano
Fabricantes como Xiaomi, Huawei e Samsung usam customizações do Android que limitam intensamente aplicativos em segundo plano...
Publicado Domingo, 12 de Julho de 2020, às 13:56 | Fonte tecmundo 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Imagem: Android Police

 

Fabricantes como Xiaomi, Huawei e Samsung usam customizações do Android que limitam intensamente aplicativos em segundo plano, o que pode prejudicar a usabilidade de certos serviços. Para contornar esse problema que "mata apps" para priorizar a energia, a Google promete trazer novas funções no Android 11 que darão mais poder aos usuários.

Em uma sessão de perguntas no Reddit, os engenheiros da Google comentaram sobre as soluções que estarão presentes no Android 11 para garantir que apps não sejam desabilitados pelas customizações de fabricantes. Segundo o time do sistema operacional, as novidades incluem opções para o usuário e também desenvolvedores.

 

Fonte:  Android Authority 

 

De acordo com a equipe do Android, o usuário terá opções para sobrepor as decisões tomadas por softwares de gerenciamento de energia das interfaces customizadas. Assim, quando um app for desabilitado de maneira prejudicial à experiência de uso, uma notificação aparecerá e trará a opção de torná-lo funcional novamente.

Já os desenvolvedores receberão mais ferramentas para identificar problemas em seus softwares que podem levar a conflitos com o sistema operacional. Uma nova API do Android 11 promete entregar mais detalhes sobre o comportamento das interfaces customizadas para o SO, facilitando a vida das equipes de criação de aplicativos.

 

Fonte:  Android Authority 

 

Outra medida tomada pela Google será o fim de uma lista de apps privilegiados que são imunes e sempre podem rodar em segundo plano. Atualmente, o Android evita que grandes aplicativos como WhatsApp sejam desabilitados pelas interfaces customizadas, o que é considerado injusto por desenvolvedores menores.

Os engenheiros da Google também esclareceram que as novas medidas não abrirão portas para apps mal intencionados. Segundo a equipe responsável pelo Android 11, o sistema receberá "medidas extras de prevenção contra comportamento abusivo de aplicativos."

O Android 11 está em fase de desenvolvimento beta atualmente e deve chegar ao mercado em sua versão final entre setembro e outubro, quando a Google deve lançar o Pixel 5.





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Lançamentos no Globoplay em agosto de 2020: séries e novelas que chegam neste mês
O mercado de streaming nunca esteve tão quente no Brasil. Além dos players convencionais......


Sedã elétrico da Mercedes terá mais autonomia que o Tesla Model S
Desde seu anúncio, a empresa vem insinuando que o EQS será líder de mercado; presidente do conselho fala em ''mais de 700 km'' ...


Os riscos de armazenar todo conteúdo em um único lugar; proteja-se
Entenda os servidores RAID e suas funcionalidades, tipos e possíveis defeitos que podem causar a perda de arquivos......


Loihi, o chip da Intel que reconhece odores, agora também é sensível ao toque
Pesquisadores da Universidade Nacional de Cingapura (NUS) criaram uma pele robótica artificial que pode processar o toque mil vezes mais rápido que os humanos......

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE