Rondônia, - 12:43

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
Notícias da Amazônia
Governo do AM pagará auxílio-fardamento para bombeiros e policiais militares
O benefício, de R$ 2.745 mil, será pago no mês de aniversário do policial/bombeiro
Publicado Sábado, 18 de Janeiro de 2020, às 09:03 | Fonte D2AM 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

(Foto: Divulgação)

Em todo o Estado, 8,6 mil policiais e cerca de 700 bombeiros serão contemplados com a medida

 O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou, nesta sexta-feira (17), no Comando Geral da Polícia Militar do Estado, o pagamento do auxílio-fardamento para policiais militares e bombeiros. O benefício, de R$ 2.745 mil, será pago no mês de aniversário do policial.

O abono tem a proposta de custear os gastos com uniformes para o trabalho. Com o recurso disponibilizado no contracheque, policiais e bombeiros militares poderão comprar os fardamentos operacional e administrativo, coturnos, boina e acessórios como cinto e coldre. Em todo o Estado, 8,6 mil policiais e cerca de 700 bombeiros serão contemplados com a medida.

“Foi um compromisso assumido ano passado e significa dignidade, respeito e reconhecimento ao trabalho que é feito diariamente pelos policiais, que muitas vezes deixam suas famílias para garantir a tranquilidade e proteção da sociedade”, afirmou o governador. Wilson Lima destacou que o abono faz parte de medidas para valorizar a categoria e que refletem resultados positivos, como a redução de 5,9% no número de homicídios, 25% dos latrocínios e 6,5% dos roubos em 2019.

O comandante geral da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), coronel Ayrton Ferreira do Norte, destacou que o auxílio-fardamento é resultado do comprometimento com a corporação. “A tropa recebe essa notícia com felicidade. É uma medida de valorização do policial. Um ganho que retribuímos com trabalho de qualidade e a partir de agora, o policial estará na rua com o fardamento que reflete o cuidado que a Polícia Militar tem com a sociedade”, garantiu o comandante geral.

Antes, o Governo do Estado adquiria o fardamento por meio de licitação, processo que gerava custos e que apresentava entraves. Entre 2011 e 2017, a tropa ficou sem receber fardas por licitação ou por intermédio de abono. Quando assumiu o governo, em 2019, Wilson Lima encontrou o orçamento do Estado, aprovado na gestão anterior, sem previsão para o pagamento do auxílio, mas prometeu resolver a questão. Com a medida anunciada nesta sexta-feira, o auxílio passa a ser permanente para os próximos anos.





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Notícias da Amazônia


Vieiralves: Zona Azul passa a valer com cobrança, nesta quarta
O sistema rotativo funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 17h ...


Mais de 67 mil pedem vagas em escolas
Mais de 74% das solicitações foram feitas pela internet. Em relação ao ano anterior, houve uma elevação de 8% nas reservas de solicitações feitas de forma online ...


Belém recebe 35ª edição do Festival de Música Brasileira no conservatório Carlos Gomes
Programação segue até sábado (8). Toda a programação é aberta ao público com entrada franca...


Hospital Francisca Mendes zera fila de espera interna da hemodinâmica
Desde que a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) assumiu a cogestão do Hospital Universitário Francisca Mendes (HUFM)......

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE