Rondônia, - 14:25

 

Você está no caderno - Porto Velho
Porto Velho
Semusa intensifica combate à dengue, zika e chikungunya
Os meses de novembro a maio são considerados o período epidêmico para as doenças transmitidas pelo mosquito
Publicado Segunda-Feira, 2 de Dezembro de 2019, às 18:45 | Fonte Prefeitura de Porto Velho 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Comdecom

O cronograma de atividades educativas da gestão Hildon Chaves para fortalecer a saúde preventiva no município de Porto Velho está priorizando neste período, o combate ao mosquito Aedes aegypti que transmite a dengue, a zika e chikungunya.

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, está realizando diversas ações que visam alertar à população para que neste período de chuva e calor sejam eliminados todos e quaisquer recipientes que possam acumular água.

Segundo a secretária municipal de saúde, Eliana Pasini, os agentes de combate à endemias estão orientando para que a comunidade ajude a evitar a proliferação do vetor com a entrega de material explicativo e sacolinhas de lixo para veículos.

Entre as orientações transmitidas ao público, está o cuidado para que as embalagens de presentes, de alimentos, latas e garrafas neste tempo chuvoso não se tornem possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Todos contra o mosquito

A Sala Nacional de Coordenação e Controle (SNCC) do Ministério da Saúde orientou estados e municípios a realizarem atividades para instruir as comunidades sobre a importância da prevenção e combate ao Aedes aegypti.

Porto Velho, além de seguir a orientação, tomou outras medidas, como por exemplo, garantir melhores condições de trabalho para os servidores que atuam nessa área.

O prefeito Hildon Chaves entregou recentemente uniformes para agentes de combate a endemias do Departamento de Vigilância em Saúde da Semusa.

A mobilização nacional visa mostrar que a união de todos, governo e população, é a melhor forma de derrotar o vetor, principalmente nos meses de novembro a maio, considerados o período epidêmico para as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Neste período, o calor e as chuvas são condições ideais para sua proliferação.

Comdecom





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Porto Velho


TRT, MPT e UNOPS entregam EPIs para hospitais no interior do Acre
O TRT e o MPT em Rondônia e Acre destinaram Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) ...


Deputado Anderson Pereira intercede junto a SESDEC por policiamento no bairro Arigolândia
Moradores denunciam que bairro da região central de Porto Velho vem sofrendo com o aumento da criminalidade...


Polícia Militar e Sejus desencadeiam Operação Paz no Orgulho para garantir a segurança aos moradores do Residencial na zona Leste
Uma operação da Polícia Militar, em parceria com a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus)...


Igreja, Semasf, doadores e voluntários. a corrente do bem contra a fome na Sagrada Família
Localizada no Bairro Embratel, ao lado do Campo do Treze,  há quase 4 meses, todos os dias, a partir das 10 horas...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE