Rondônia, - 20:37

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Três orcas em cativeiro na Rússia transportadas rumo à libertação
Os animais estavam destinados a serem vendidos para o estrangeiro, nomeadamente parques aquáticos na China
Publicado Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, às 11:57 | Fonte Expresso – Portugal 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

DMITRY YEFREMOV/GETTY IMAGES

Três orcas mantidas em cativeiro durante meses em tanques no extremo oriente da Rússia foram esta quinta-feira carregadas em camiões especiais com vista à libertação, noticia esta quinta-feira a AFP.

A divulgação, em fevereiro, de fotografias de 11 orcas e 93 belugas amontoadas desde 2018 em pequenas piscinas perto da vila de Nakhoda, a 200 quilómetros de Vladivostok, desencadeou uma vaga de protestos internacionais.

Os animais estavam destinados a serem vendidos para o estrangeiro, nomeadamente para parques aquáticos na China. No final de junho, um primeiro grupo de duas orcas e seis belugas foi transportado a cerca de mil quilómetros e deixado em liberdade no ambiente natural no mar de Okhotsk, no Oceano Pacífico.

Os três mamíferos retirados esta quinta-feira dos tanques deverão conhecer a mesma sorte. Segundo a agência francesa, os mergulhadores intervieram nas piscinas, onde usaram redes para içar as três orcas e colocá-las a bordo dos camiões dotados de aquários.

Gritos de outros cetáceos mantidos noutros tanques foram audíveis. A imprensa não foi autorizada a entrar na instalação. Quando da primeira operação de libertação, os especialistas denunciaram a ausência de uma observação independente.

De acordo com os cientistas, o grupo de orcas deveria ter sido libertado em conjunto porque se relacionou durante a detenção. Mas o Instituto de Oceanografia da Rússia, que supervisionou as libertações, considerou esta possibilidade muito onerosa.

Uma petição no site change.org a exigir a libertação dos animais recolheu mais de 1,5 milhões de assinaturas, entre as quais as de celebridades como o ator norte-americano Leonardo DiCaprio.

A Rússia é o único país no mundo a autorizar a captura e a venda de orcas e de belugas para aquários, uma prática controversa tornada possível graças a falhas jurídicas que as autoridades prometeram corrigir.

LUSA
 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em INTERNACIONAL


Tribunal reduz responsabilidade das forças holandesas em Srebrenica para 10%. “Tinham poucas hipóteses” de evitar massacre
Supremo Tribunal holandês considerou que as forças holandesas só tinham 10% de hipóteses de salvar os 350 homens muçulmanos que estavam escondidos num armazém da ONU ...


Vistos gold: Investimento chinês recua 28,5% no 1.º semestre para 120,7ME
Por comparação, nos primeiros seis meses de 2018 registaram-se 168,9 milhões de euros em investimento que se traduziram na atribuição de 302 vistos dourados....


O ex-selecionador argentino Carlos Bilardo está hospitalizado
Bilardo sofre de síndrome de Hakim-Adams, um problema neurológico. O selecionador está há 48 horas nos cuidados intensivos do Instituto de Diagnóstico, em Buenos Aires....


Coreia do Sul acusa Japão de violar lei internacional
Governo japonês restringiu exportações de tecnologia ...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE