Rondônia, - 11:27

 

Você está no caderno - Polícia
operação da PF na paraíba
Polícia Federal faz Operação nesta sexta (15) na Paraíba
Operação Sicário investiga grupo que mantinha esquema de empréstimos a juros exorbitantes
Publicado Sexta-Feira, 15 de Março de 2019, às 07:01 | Fonte Assessoria de Comunicação 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=360083&codDep=22" data-text="Polícia Federal faz Operação nesta sexta (15) na Paraíba
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Operação Sicário investiga grupo que mantinha esquema de empréstimos a juros exorbitantes

Cabedelo/PB – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (15/3) a Operação Sicário, com objetivo de desarticular organização criminosa dedicada à prática, no Brasil, e mais especificamente na Paraíba, do chamado “cobro” ou “cobrito”, uma vertente colombiana de crime financeiro consistente na organização de uma instituição financeira clandestina para controlar um organizado sistema de empréstimo de dinheiro a juros extorsivos.

A operação contou com a participação de 30 policiais federais, sendo realizado o cumprimento de 7 mandados de busca e apreensão, nas residências dos investigados, bem como 5 mandados de prisão preventiva, nos Estados da Paraíba e Amapá.

ENTENDA O CASO

O cobro é materializado através do oferecimento de empréstimos em panfletos a lojistas (geralmente pequenos empresários), em que é exposta uma cobrança de juros diária, normalmente sobre pequenas quantias que disfarçam a abusividade das cobranças Os recursos captados a partir de empréstimos extorsivos, destinam-se a um fundo cuidadosamente organizado e administrado pela organização criminosa através de aplicativos eletrônicos, sendo posteriormente reinvestidos na expansão das atividades ilícitas mediante a estruturação de novos cobros em outras cidades, engendrando-se verdadeira arquitetura financeira clandestina, a qual ofende as bases do sistema financeiro oficial.

CRIMES INVESTIGADOS

Os investigados responderão pelos crimes de formação de organização criminosa, operação de instituição financeira clandestina e lavagem de dinheiro, previstos, respectivamente, nos Artigos 2º da lei 12.850/2013, 16 da Lei 7.492/86 e 1º da lei 9.613/98, cuja penas, somadas, poderão chegar a mais de 30 anos de reclusão.





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Polícia


PRF apreende carga de cigarro contrabandeado na Capital
O taxista, responsável pelo transporte da mercadoria, foi preso e conduzido à Central de Flagrantes da Polícia Civil Um táxi...


Arsenal de guerra: 117 fuzis são encontrados em casa de amigo de suspeito de matar Marielle
As armas estavam em caixas lacradas dentro de armários na casa de Alexandre Mota, que foi preso em flagrante sob suspeita de tráfico de armas ...


Violência: Ex-jogador do Interporto é morto a tiros em festa
Segundo a Polícia Militar e o Instituto Médico Legal (IML), um homem chegou ao local e começou a atirar em direção ao jovem, que tentou correr. Everson não resistiu aos ferimentos e morreu na Avenida Tocantins. ...


PF desmonta grupo criminoso responsável por fraudes licitatórias em Alagoas
Operação Baldroca investiga fraudes em certame licitatório para fornecimento de combustíveis, no município de Santa Luzia do Norte/AL...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE