Rondônia, - 00:48

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
nova hidrelétrica na Amazônia
Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas e a construção de nova hidrelétrica na Amazônia
A construção da hidrelétrica no Rio Trombetas (município de Oriximiná) é parte do Projeto Barão do Rio Branco que prevê também a instalação de ponte sobre o Rio Amazonas (no município de Óbidos) e a conclusão da rodovia BR-163...
Publicado Quinta-Feira, 7 de Fevereiro de 2019, às 06:57 | Fonte da Redação 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=359418&codDep=38" data-text="Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas e a construção de nova hidrelétrica na Amazônia
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Divulgação

A construção da hidrelétrica será no Rio Trombetas

A hidrelétrica no Rio Trombetas (Oriximiná- Pará) é parte do plano para integrar a região ao “aparato produtivo nacional”, como afirmou o Secretário especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, General Santa Rosa, à Voz do Brasil ontem (22.01). Na entrevista, não houve menção aos impactos para os povos indígenas e quilombolas que correm o risco de ter suas terras inundadas.

 

 

A construção da hidrelétrica no Rio Trombetas (município de Oriximiná) é parte do Projeto Barão do Rio Branco que prevê também a instalação de ponte sobre o Rio Amazonas (no município de Óbidos) e a conclusão da rodovia BR-163 até a fronteira com Suriname, todos no estado do Pará. Em entrevista à Voz do Brasil, o Secretário especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República afirmou não é mais possível fechar os olhos a essa região da Amazônia e tratá-la como um “latifúndio improdutivo”.

 

O General Santa Rosa explicou, na entrevista, que o projeto se iniciará com a edição de um decreto presidencial. O jornal O Globo apurou que a expectativa é que o decreto de criação Projeto Barão do Rio Branco seja assinado ainda dentro do prazo de 100 dias da gestão Bolsonaro.

 

 

A notícia traz preocupação uma vez que a região ao longo do Rio Trombetas é uma área de floresta ainda muito preservada na Amazônia, onde estão localizadas quatro Terras Indígenas, oito Terras Quilombolas e cinco Unidades de Conservação.

 

Não é de hoje que o governo federal estuda a instalação de hidrelétricas na região. Os primeiros estudos remontam à década de 1980. Atualmente, o “Plano Nacional de Energia 2030″ do Ministério de Minas e Energia projeta 15 hidroelétricas na Bacia do Rio Trombetas. A hidrelétrica em fase de estudo mais adiantada, UHE Cachoeira Porteira, inundaria Terras Indígenas, Terras Quilombolas e Unidades de Conservação.

 

O anúncio da nova hidrelétrica se dá em meio a um cenário de enfraquecimento do Ministério do Meio Ambiente, responsável pelo licenciamento ambiental, e da controversa transferência da competência pelo licenciamento ambiental nas terras quilombolas e indígenas, respectivamente, da Funai e da Fundação Cultural Palmares para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

A construção da hidrelétrica dependerá de autorização do Congresso Nacional uma vez que se dará em Terras Indígenas e da consulta livre, prévia e informada aos povos indígenas e comunidades quilombolas impactados.

 

Links relacionados

 

23/01/2019 – Governo prepara decreto para construir hidrelétrica e ponte e concluir rodovia na Amazônia | O Globo

 

22/01/2019 – Entrevista do General Santa Rosa, secretário especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República | A Voz do Brasil

 

 

Fonte: Comissão Pró-Índios de São Paulo

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Notícias da Amazônia


Governo planeja construção de ponte sobre o Rio Amazonas, hidrelétrica e extensão da BR-163 até o Suriname
Projetos incluem ponte sobre o Rio Amazonas, hidrelétrica e extensão da BR-163 até o Suriname; militares querem marcar posição...


O terror das queimadas em Amajari-RR deixa rastro de morte
Defesa Civil diz estima que mais de dez propriedades foram afetadas na região....


Auditores fiscais descobrem R$ 820 mil em cargas irregulares em Manaus
As cargas reúnem hidrantes de cobre, engates de mangueiras de incêndio, fios de cobre de telefonia, lápides, moedas antigas, hélices de navio, placas de inauguração de obras públicas e outros objetos...


Banco da Amazônia faz doação de R$ 200 mil ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente de Porto Velho
Esse valor é parte do Imposto de Renda devido no exercício de 2018, doado como renúncia fiscal....

 
 
 

 

Ads Emro Noticias 1



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE