Rondônia, - 21:17

 

Você está no caderno - NACIONAL
democratização da verba publicitária
Bolsonaro pode ser o 1º presidente com coragem para acabar com a ''farra da publicidade'' no Governo Federal
Somente em 2017 o vergonhoso Governo Temer, tentando inverter a baixa popularidade (6%) e esquivar-se de duas denúncias do Ministério Público torrou quase R$ 800 milhões em publicidade.
Publicado Segunda-Feira, 7 de Janeiro de 2019, às 16:18 | Fonte da Redação 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

REUTERS/Adriano Machado.

o presidente eleito Jair Bolsonaro

Somente em 2017 o vergonhoso Governo Temer, tentando inverter a baixa popularidade (6%) e esquivar-se de duas denúncias do Ministério Público torrou quase R$ 800 milhões em publicidade.
O Presidente, Jair Bolsonaro pode ser o 1º Chefe de Estado com coragem suficiente a mexer no bolso dos grandes e familiares grupos de comunicação no Brasil que abocanham há décadas o dinheiro público,  deixando a mingua milhares de micro e pequenas empresas de comunicação que não tem dinheiro se quer para arcar com um funcionário, onde o dono é repórter, editor e fotógrafo ao mesmo tempo. 


O Portal de Notícias Ariquemes Online é a favor da democratização das verbas publicitárias do Governo Federal e que sejam direcionadas a todos os veículos de comunicação e divididas em partes iguais,  gerando emprego, renda e promovendo a verdadeira democratização. (Nota da Redação). 

 

 

 

Governo vai democratizar verbas publicitárias e rever método de liberação de recursos

 

Ao afirmar que uma imprensa livre é garantia de democracia no país, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que pretende democratizar as verbas publicitárias e rever o método de liberação desses recursos. Segundo ele, essas verbas não vão privilegiar determinadas empresas.

 

As declarações foram feitas nesta segunda-feira (7), durante cerimônia de posse dos presidentes dos bancos públicos.

 

Mais cedo, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto Santos Cruz, também falou sobre o assunto. Disse que o governo deve estar aberto à imprensa, fornecendo dados e informações para o combate à corrupção. Segundo o ministro, é a imprensa que tem um importante papel no combate a irregularidades.

 

A declaração foi feita em entrevista ao site do Planalto. O ministro Santos Cruz explicou também como serão os trabalhos em diversos setores da presidência.

 

A Secretaria de Governo, por exemplo, vai cuidar do relacionamento com prefeitos e governadores; e a Secretaria de Articulação Social é o canal por onde os segmentos da sociedade podem ter acesso à Presidência.

 

Já a articulação política, a relação com Congresso, está a cargo da Casa Civil, sob os cuidados do ministro Onyx Lorenzoni. 

 

EBC - Kariane Costa





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em NACIONAL


Governo tem derrota e Coaf sai do Ministério da Justiça para o da Economia
Com a derrota, parlamentares favoráveis à permanência do Coaf na Justiça pediram que as votações dos próximos destaques sejam feitas nominalmente...


Câmara não conclui votação da reforma administrativa e nova sessão é convocada
''O clima ficou pesado, achei melhor encerrar a sessão'', disse Maia...


Após derrota em decisão sobre Coaf, Moro agradece os 210 votos recebidos
Sob orientação do Centrão, por 228 votos contrários, o órgão voltou às estruturas do Ministério da Economia...


Governo leiloa hoje quatro áreas portuárias
São três na Paraíba e uma no Espírito Santo...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE