Rondônia, - 11:09

 

Você está no caderno - Porto Velho
Prazo para contribuintes aderirem ao Refis
Prazo para contribuintes aderirem ao Refis encerra em dezembro
Débitos acima de R$ 200 mil podem ser parcelados em até 60 vezes, conforme os critérios da lei
Publicado Quinta-Feira, 8 de Novembro de 2018, às 05:36 | Fonte Comdecom 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Divulgação - Internet

 

Contribuintes em débito com a Prefeitura de Porto Velho têm até o dia 28 de dezembro próximo para aderirem ao Refis Municipal, Programa de Estímulo à Regularização Fiscal dos Contribuintes. Instituído pela Lei Complementar nº 704 de 21 de dezembro de 2017, o programa possibilita regularizar as dívidas que venceram até 31 de dezembro desse (2017).

A lei promove a “concessão de benefício fiscal relativo à anistia de multas e juros moratórios decorrentes de créditos, inscritos ou não em dívida ativa, com ou sem exigibilidade suspensa, ajuizados ou a ajuizar, com ou sem protesto extrajudicial”.

O Refis Municipal abrange Taxa de Coleta de Resíduos Sólidos Domiciliares (TRSD), Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Auto de Infração de IPTU, Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), Auto de Infração de ISSQN, Taxa de Uso de Bem, Auto de Infração da Permissão de Uso de Bem Público, Taxa pelo Exercício do Poder de Polícia, Auto de Infração decorrente do exercício regular do Poder de Polícia, foros e créditos tributários que tenham sido objeto de parcelamento inadimplente.

Parcelamento

Conforme rege o artigo 4º, “os débitos, objeto de regularização de que trata esta Lei Complementar, poderão ser parcelados em até 36 (trinta e seis) meses, e pagos com os descontos incidentes sobre os encargos moratórios de multa e juros”. Dívidas no valor acima de R$ 200 mil poderão ser parcelados em até 60 vezes, mas em ambos os casos o contribuinte deve respeitar os critérios estabelecidos.

Fraude

Os benefícios do Programa, no entanto, não se aplicam aos créditos tributários lançados de ofício, decorrentes de infrações praticadas com dolo, fraude ou simulação, revogação, cancelamento ou anulação de isenção ou imunidade tributárias, em consequência de inobservância de critérios e condições previstas na legislação vigente, ou de concessão ou reconhecimento por meio de procedimentos eivados de vícios ou sem o cumprimento das formalidades legais.

Informações

Para mais informações, os contribuintes devem se dirigir a Procuradoria-Geral do Município (PGM), na avenida 7 de Setembro, nº 1044, Centro, das 8 às 14 horas.

Comdecom

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Porto Velho


Prefeitura e Governo do Estado unem esforços para andamento de projeto
União de esforços foi firmada nesta segunda-feira, 17/6, entre prefeito Hildon Chaves e governador Marcos Rocha...


Dom Moacyr Grechi
É com profundo pesar que a Prefeitura de Porto Velho recebe a notícia da morte do arcebispo emérito de Porto Velho Dom Moacyr Grechi....


Oficina é ministrada com supervisão da Semur no Cidade de Todos IX
Os certificados foram entregues no encerramento, com exposição das peças produzidas...


Semasf leva projeto ‘Ação Social’ ao distrito de Vista Alegre do Abunã
A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Divisão de Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Paulo Freire, da Secretaria de Assistência Social e da Família (Semasf), levou, n...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE