Rondônia, - 01:11

 

Você está no caderno - Porto Velho
fomento a cultura em RO
Fomento à cultura rondoniense recebe mais de R$ 200 mil como premiação
Na solenidade presidida pelo titular da Sejucel, Rodnei Paes, foram premiados 19 produtores culturais, cujos projetos receberam entre R$ 10 mil e R$ 20 mil do Fundo Estadual de Desenvolvimento à Cultura (Fedec)
Publicado Quarta-Feira, 7 de Novembro de 2018, às 16:44 | Fonte Assessoria 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=356460&codDep=27" data-text="Fomento à cultura rondoniense recebe mais de R$ 200 mil como premiação
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Divulgação

Por ocasião do Dia Nacional da Cultura Brasileira, o governo de Rondônia realizou nesta segunda-feira (5) a entrega dos Prêmios de Fomento à Cultura: Danna Merril de Fotografia, Literatura Rondoniense e Rondônia Autoral de Música, em solenidade no Salão Nobre Rosilda Shoknnes, no 11º andar do Palácio Rio Madeira, em Porto Velho. Ao todo foram distribuídos R$ 260 mil entre as três categorias que concorreram através de editais (chamamento público) divulgados pela Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel) como incentivo à produção cultural no estado.

Na solenidade presidida pelo titular da Sejucel, Rodnei Paes, foram premiados 19 produtores culturais, cujos projetos receberam entre R$ 10 mil e R$ 20 mil do Fundo Estadual de Desenvolvimento à Cultura (Fedec) que, conforme o superintendente, estabeleceu novo marco à gestão da cultura estadual, atendendo à pauta do Movimento Pró-Cultura.

Na categoria Fotografia, foram contemplados com cheques no valor de R$ 10 mil, cada, para organização de exposição, Regina Morão, Washington Kuipers de Moraes, Carlos César Neves da Silva, Elisabete Christofoletti, Nilson Santos e Igor Fotopoulos, enquanto Patrícia Marchi e Andreia Machado receberam R$ 20 mil para atuarem com capacitação e formação de fotógrafos profissionais.

Como parte do Prêmio de Literatura Rondoniense, receberam R$ 10 mil cada, por iniciação literária, Marfiza Calixto França e Monique Santos Pereira; Gustavo Gurgel do Amaral (publicação acadêmica), José Gadelha da Silva Júnior e Simone Gonçalves Norberto, ambos por literatura acadêmica; e Rubens Vaz Cavalcante (reedição de livro).

Marfiza Calixto França, Cristiano Izidio da Silva, Izabela Lima, Anderson Silva e Rogério Madeira foram os contemplados com o Prêmio Música Rondônia Autoral.

Ganhadores da categoria Literatura do Prêmio Danna Merril

O incentivo à cultura, concedido pelo governo rondoniense por meio de editais, foi citado pelos participantes como a forma mais democrática para o repasse de recursos públicos com vistas à disseminação de fatos históricos através de livros, fotografias, músicas e outras expressões culturais. “Esta premiação representa o resultado do esforço e empenho de cada um de nós”, disse José Gadelha, completando que o acesso a toda forma de conhecimento só é possível quando alguém decide socializar, abrindo o caminho.

Já a cantora Marfiza relatou que esteve fora do estado nos últimos e ficou surpresa ao retornar e tomar conhecimento dos editais, destacados por ela como de grande importância para a cultura estadual.

Para pró-reitora de Cultura, Extensão e Assuntos Estudantis da Universidade Federal de Rondônia (Unir), professora Marcele Pereira, assim como para o superintendente Rodnei Paes, o compromisso para continuação das políticas culturais deve ser firmado pelos próximos gestores estaduais com vistas à perpetuação da história e costumes da população local.

“O dinheiro da premiação é importante. Mas, mais importante ainda para o produtor cultural é o reconhecimento, e isso tem feito o governo de Rondônia, tanto por Confúcio Moura quanto por Daniel Pereira que fizeram gestão junto às secretarias de Finanças e de Planejamento para garantir os recursos desta e de outras premiações já realizadas, de forma transparente e bem justificadas”, observou Rodnei Paes, lembrando que a produção literária será levada às bibliotecas para subsidiar trabalhos de pesquisas.

“Quando conhecemos a história através de relatos, da literatura e da música, é que entendemos melhor a formação de um estado e de seu povo”, afirmou o superintendente, citando que ouvir o Hino Céus de Rondônia hoje é diferente de quando chegou ao estado, pois agora entende melhor o que expressa a letra de Joaquim Araújo Lima, com música de José de Mello e Silva.

Veja fotos do evento

Ao final do evento, o titular da Sejucel anunciou que até o final deste mês o governador Daniel Pereira assinará decreto autorizando a Fundação Cultural (Funcer) a permitir o uso do Teatro Estadual de Rondônia de forma gratuita pelos artistas locais. “Hoje a cobrança de taxas altas tem impedido o uso do teatro, que acaba ficando fechado”, lamentou.





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Porto Velho


Campus Vilhena seleciona professor substituto na área de Arquitetura e Urbanismo
As inscrições são gratuitas e deverão realizadas exclusivamente na Coordenação de Gestão de Pessoas (CGP) do IFRO Campus Vilhena, situada na Rodovia 174, KM 03, nº 4334, Zona Urbana, Vilhena -RO...


Prefeito assina ordem de serviço para construção de quadra esportiva
Recursos de emendas ajudam nos projetos de ampliação da rede de ensino...


Prefeito Hildon Chaves busca recursos em Brasília para atender a população de Porto Velho
Os recursos pleiteados fazem parte dos convênios firmados com o Governo Federal em dezembro de 2017...


Audiência vai discutir sobre impactos da enchente que atingiu mais de 7 mil pessoas
O impacto da enchente do Rio Madeira e os seus efeitos nas comunidades ribeirinha, rural e urbano. ...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE