Rondônia, - 06:47

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Celulares da Samsung perdem espaço no mercado para aparelhos chineses
Publicado Segunda-Feira, 5 de Novembro de 2018, às 05:15 | Fonte Olhar Digital 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

(Foto: Lucas Carvalho / Olhar Digital)

 

Maior fabricante de smartphones no Brasil, a Samsung enfrenta dificuldades em outras partes do mundo. Com queda nas vendas em todas as faixas de preço, a fabricante coreana vê sua fatia de marketshare cair ao mesmo tempo que chinesas ganham cada vez mais espaço no mercado. Assim, a empresa já prepara mudanças para seu portfólio de celulares para tentar conter o avanço chinês e defender a liderança no mercado global.

Nos últimos meses, empresas chinesas como Huawei e Xiaomi registraram um grande crescimento na venda de smartphones: a Huawei, por exemplo, teve aumento em 32% na comercialização de celulares no terceiro trimestre do ano e se tornou a segunda maior fabricante do mundo, superando a Apple. Dados das consultorias IDC e Strategy Analytics colocam a fabricante com cerca de 14% de marketshare, sendo que no mesmo período do ano passado ela tinha 10%.

Já a Xiaomi movimentou 20% mais aparelhos no trimestre e também aumentou sua participação no mercado global - ela tinha 7% no terceiro trimestre do ano passado e agora tem 9%.

A situação representa algum perigo para a Samsung. Analistas de duas consultorias sugerem que a coreana está perdendo espaço em todas as faixas de preço. Se o Galaxy S9 lançado no começo do ano teve desempenho comercial decepcionante, as linhas intermediárias e baratas também estão em queda - e as vendas de celulares da Samsung caíram 13% no terceiro trimestre, segundo dados das consultorias.

Ao mesmo tempo, a Samsung viu suas vendas caírem em todas as faixas de preço, segundo análise de duas consultorias. O Galaxy S9 lançado no começo do ano teve desempenho comercial decepcionante, e as vendas linhas intermediárias e baratas também estão em queda. No terceiro trimestre, a Samsung comercializou 13% menos celulares no terceiro trimestre em relação ao ano passado, segundo as consultorias.

Para reverter o cenário negativo, a Samsung deve reforçar suas linhas intermediárias e básicas - os celulares Galaxy A e J, por exemplo. A fabricante coreana já disse que vai priorizar a inclusão de novos recursos em aparelhos médios em vez dos top de linha, e já começou a colocar isso em prática com o Galaxy A9, que conta com quatro câmeras traseiras. Além disso, o lançamento do celular dobrável prometido há anos pela empresa deve ajudar a posicioná-la como uma das forças inovadoras do mercado.

Por enquanto, o avanço chinês está restrito à Ásia - China e Índia, principalmente. A Samsung segue como a líder global na venda de celulares. IDC e Strategy Analytics colocam a coreana com cerca de 20% de marketshare e 72 milhões de celulares vendidos pelo planeta, mas a força da Samsung já foi maior: no ano passado, ela tinha 21% de marketshare com mais de 83 milhões de aparelhos vendidos pelo mundo.

Apesar da força no oriente, Huawei e Xiaomi têm dificuldade em se estabelecer no oriente. A Huawei sofre forte pressão dentro dos Estados Unidos e não consegue sequer vender aparelhos por lá. No Brasil, a Positivo fechou um acordo para distribuir aparelhos da Huawei pelo país, mas até agora nenhum chegou às lojas. Já a Xiaomi tentou uma aventura dentro do Brasil que não foi bem sucedida, e a empresa deixou o país sem alarde depois de muito tempo em silêncio.

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Telegram ganha figurinhas animadas que gastam menos dados
Você pode criar seus próprios adesivos animados e gastar menos memória e bateria no celular...


Os 10 filmes mais pirateados da semana
Confira quais foram as produções mais buscadas por usuários de sites de torrent nos últimos 7 dias!...


Flip tem aplicativo que permite assistir ao vivo a mesas de debates
Participantes poderão ver acervo de vídeos das edições anteriores ...


Mais de mil apps Android coletam dados mesmo depois de você negar
Pesquisa mostra que aplicativos coletam informações mesmo depois dos proprietários explicitamente dizerem não...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE