Rondônia, - 22:44

 

Você está no caderno - Notícias da Região Norte
Ararajubas são soltas no Parque Utinga
Consideradas extintas na RMB, ararajubas são soltas no Parque Utinga
As aves não eram avistadas na Região Metropolitana de Belém a mais de 60 anos.
Publicado Quinta-Feira, 13 de Setembro de 2018, às 06:05 | Fonte Amazonia.org.br 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=354004&codDep=71" data-text="Consideradas extintas na RMB, ararajubas são soltas no Parque Utinga
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Foto: Divulgação

 

Mais 10 ararajubas foram soltas no Parque Estadual do Utinga nesta segunda-feira (10). As aves agora se juntam às outras 12 que foram liberadas no Parque em janeiro e já reconquistaram os céus da Grande Belém.

A soltura é parte do projeto Reintrodução e Monitoramento das Ararajubas em Unidades de Conservação da RMB – Belém Mais Linda, realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio), em parceira com a Fundação Lymington, de São Paulo.

As ararajubas são pássaros endêmicos da região amazônica, o que significa que eles só ocorrem nos estados do Norte do Brasil. Segundo a gerente de Biodiversidade do Ideflor-bio, Nívia Pereira, cerca de 80% da população de ararajubas em vida livre está no Pará, mas as aves não eram avistadas na Região Metropolitana de Belém a mais de 60 anos. Por isso, são consideradas extintas localmente.

As 10 ararajubas que foram soltas estão no Parque desde o mês de maio. As aves foram trazidas de um viveiro conservacionista mantido pela Fundação Lymington no interior de São Paulo e, desde que chegaram ao Utinga, estão se readaptando ao ambiente amazônico e aprendendo a viver de forma livre e selvagem. O treinamento envolve diversas práticas desses bichos, como a sobrevivência na natureza e a obtenção de alimentos.

Agora os animais voam livremente pelo Parque e pelos céus da cidade. A expectativa, no entanto, é que eles fiquem aqui pelo Utinga. Ainda segundo Nívia Pereira, o ideal é que as ararajubas passeiem por Belém, mas escolham o Parque como casa, já que nele as condições de sobrevivência dos bichos são asseguradas de forma mais efetiva.

Um terceiro grupo de ararajubas deve chegar ao Parque nos próximos meses. Esse grupo será solto em Dezembro, junto com o encerramento do projeto Belém Mais Linda.

Reprodução

Duas ararajubas – uma fêmea e um macho – do primeiro grupo solto resolveram continuar morando no Parque, em um ninho instalado perto do aviário do projeto Belém Mais Linda. O casal copulou e teve um filhote, que nasceu no final de abril. Com cinco meses e já quase independente, a ararajubinha é a primeira da espécie nascida em vida livre em Belém, nos últimos 50 anos. O nascimento é um passo significativo no processo de reintrodução desses animais e para que eles deixem de ser extintos na cidade, conta Nívia Pereira.

Fonte: G1

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Notícias da Região Norte


Negócios são linha de defesa crítica contra desmatamento no Brasil, afirma consultoria internacional
Um boletim informativo divulgado semana passada analisa quatro empresas do setor privado que podem sofrer riscos materiais, financeiros, de acesso a mercados e de reputação ao se associarem com o desmatamento da Amazônia. ...


Incêndios florestais: Amajari queima com o fogo
Tomado pelo fogo, Roraima já registrou 2.690 focos de calor este ano....


Bebê morre dentro de carro esquecido pelo pai
Um bebê de 1 anos e 4 meses morreu após ser esquecido durante 3 horas dentro de um carro pelo pai....


Tocantins: Condições precárias na TO-020 dificultam tráfego de veículos e provocam acidentes
Uma mulher, que pediu para não ser identificada, fez o registro de um acidente, quando passava pelo local neste domingo (24)....

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE