Rondônia, - 22:43

 

Você está no caderno - eleições2018
eleições 2018
Haddad anuncia sua substituição por Lula na candidatura à presidência da república
A decisão foi informada em frente à sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso. Manuela D'ávila (PCdoB) assume como vice na chapa
Publicado Terça-Feira, 11 de Setembro de 2018, às 16:52 | Fonte Correio Braziliense 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=353857&codDep=74" data-text="Haddad anuncia sua substituição por Lula na candidatura à presidência da república
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Jornalistas livres

Haddad discursao em Curitiba

O PT oficializou na tarde desta terça-feira (11/9) a candidatura do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad na disputa ao Planalto, em substituição ao nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva — impedido de concorrer pela Lei da Ficha Limpa. A chapa conta agora com Manuela D'ávila (PCdoB) como vice. O partido tinha até 17h para fazer a troca ou ficaria sem postulante à Presidência da República nas eleições de outubro, depois de decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

 
O anúncio foi feito em frente à sede da Polícia Federal, em Curitiba por volta das 15h. Mais cedo, a Executiva Nacional do partido se reuniu e aprovou o nome do novo candidato. Na reunião, em um hotel no centro da capital paranaense, Haddad, que havia se encontrado com Lula pela manhã, leu uma carta do ex-presidente dirigida aos correligionários. Estavam presentes a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), a ex-presidente cassada Dilma Rousseff, o senador Lindbergh Farias (RJ) e o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, além de outros dirigentes petistas.

 

Em ato na frente da sede da PF em Curitiba, com início pro volta das 17h30, o partido anunciou a decisão. Acompanhe ao vivo:


 
Preparativos  
Mais cedo, nas redes sociais, a sigla publicou um vídeo (assista abaixo) no qual Haddad citava a indignação de Lula com "tanta injustiça", e voltou a criticar a retirada da candidatura pelo TSE. Segundo o candidato, essa decisão contraria a ONU. “Lula pediu: vamos continuar juntos, unidos”, disse. Haddad também comentou que o ex-presidente ganharia a eleição, mas "insistem" em retirá-lo da campanha. 

 

Horas antes, o senador Lindbergh Faria (PT-RJ) também postou, nas redes sociais, um vídeo no qual mostrava os preparativos para o anúncio em frente a PF. "É um dia triste, mas é um dia que eu tenho uma convicção: a força do Lula vai ser maior do qualquer coisa nesta eleição. Não tenho dúvida em afirmar que vamos eleger o próximo presidente da República", disse. 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em eleições2018


Agressor de Bolsonaro ficará em isolamento em Campo Grande
O agressor confesso do candidato Jair Bolsonaro (PSL), Adélio Bispo de Oliveira, vai ficar em isolamento na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS). ...


Barroso proíbe PT de apresentar Lula como candidato na propaganda eleitoral
...


Flavio Bolsonaro justifica destruição de placa pró-Marielle por correligionários
O deputado classificou ainda a ação de ''posicionamento ideológico''. ...


Doria amplia vantagem sobre Skaf e lidera em SP com 26%, diz Datafolha
Nova pesquisa do instituto Datafolha, divulgada na madrugada desta quinta-feira 20 pelo jornal Folha de S.Paulo, indica uma ampliação da vantagem do ex-prefeito João Doria (PSDB) na disputa pelo governo do estado, apesar de seguir empatado com Paul...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE