Rondônia, - 13:07

 

Você está no caderno - Notícias da Região Norte
Evento sobre saúde e direitos humanos
MPAC apresenta experiência exitosa do Natera em evento sobre saúde e direitos humanos em Rondônia
O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) participou, do dia 3 a 5 de setembro, do 9º Encontro Norte de Redução de Danos (Enord) e 3º Seminário de Articulação em Saúde e Direitos Humanos Regional Norte, realizado na cidade de Guajará-Mirim (RO), pela Associação Brasileira de Redução de Danos (Aborda).
Publicado Segunda-Feira, 10 de Setembro de 2018, às 16:43 | Fonte Ministério Público do Estado do Acre 0
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

 

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) participou, do dia 3 a 5 de setembro, do 9º Encontro Norte de Redução de Danos (Enord) e 3º Seminário de Articulação em Saúde e Direitos Humanos Regional Norte, realizado na cidade de Guajará-Mirim (RO), pela Associação Brasileira de Redução de Danos (Aborda).

O evento conjunto reúne representantes dos sete estados da Região Norte, envolvidos com a execução de ações da estratégia de redução de danos, e tem como objetivo construir um espaço político para o debate das ações e estratégias que fortaleçam as políticas conjuntas de drogas e direitos humanos.

Além disso, o encontro quer colaborar para a criação de estratégias que visem diminuir o índice de contaminação pelo vírus HIV/Aids/hepatites virais/tuberculose e outras patologias nas populações vulneráveis aos riscos sociais.

O coordenador administrativo do Núcleo de Apoio e Atendimento Psicossocial (Natera), Fábio Fabrício Pereira da Silva, participou das atividades e afirmou que o foco é preservar os direitos de acesso à assistência social e à saúde pública desse grupo de pessoas. “Todo o encontro teve como pauta uma das estratégias para os usuários de drogas, que é a lógica da redução de danos, com envolvimento de vários segmentos da sociedade civil.”

Na ocasião, Fábio Fabrício apresentou o trabalho que o MPAC realiza de atendimento aos usuários de álcool e drogas e pessoas em situação de rua, através do Natera e também do Centro de Atendimento à Vítima (CAV).

“Fomos convidados pela coordenação do evento para apresentar o Natera como uma experiência exitosa, como ele está concebido, nessa lógica de um MP mais resolutivo, menos demandador do Poder Judiciário. Apresentamos os projetos que o Natera tem, como ‘Diálogos Intersetoriais’, ‘Direito Achado na Rua’ e ‘Natera na Prevenção’, bem como, um pouco das outras atividades do MPAC que têm uma interface com a temática da saúde mental”, relatou.

O evento encerrou com uma carta-proposta, ratificada pelos vários representantes dos movimentos sociais, das entidades ligadas ao tema da redução de danos e HIV/Aids, representantes dos governos municipal, estadual e federal e a equipe do MPAC.

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Notícias da Região Norte


Avião com 7 kg em barras de ouro e dinheiro tomba em área de mata no Sul de Roraima
Dois suspeitos foram detidos e levados para o hospital de Caroebe. À PM, nenhum deles afirmou ser responsável pelo material apreendido....


Negócios administrados por mulheres recebem maior parte de linhas de créditos
Elas estão cada vez mais conquistando espaço no empreendedorismo. ...


Pará avança no acesso e melhoria da qualidade da saúde bucal
A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) realizou nesta segunda-feira (2) o Seminário do Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade dos Centros de Especialidades Odontológicas (PMAQ/CEO), no auditório da Escola de Governança Pública do Pará ...


Roraima cobra posição do governo sobre corte de energia venezuelana
Estado depende de energia elétrica fornecida pelo país vizinho...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE