Rondônia, - 01:09

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Feira Internacional de Luanda abre e mais de 10% das empresas são portuguesas
Publicado Terça-Feira, 10 de Julho de 2018, às 07:05 | Fonte Observador 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=350862&codDep=24" data-text="Feira Internacional de Luanda abre e mais de 10% das empresas são portuguesas
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

 

A 34.ª edição da Feira Internacional de Luanda (FILDA), a maior feira intersetorial angolana, arranca esta terça-feira com 350 expositores, de 14 países, sendo mais de 10% empresas portuguesas.

De Portugal, segundo fonte da organização, são esperadas 30 empresas para o pavilhão nacional e mais 15 com representações individuais, entre um total de 350 expositores na feira, incluindo mais de uma centena de marcas angolanas.

Depois do grupo de Angola, as empresas portuguesas, tal como em anos anteriores, são as mais representadas na feira, que decorre entre 10 e 14 de julho, na Zona Económica Especial Luanda-Bengo (ZEELB), sob o lema “Diversificar a Economia, Desenvolver o Setor Privado”, numa promoção do Ministério da Economia e Planeamento de Angola.

O secretário de Estado da Internacionalização de Portugal, Eurico Brilhante Dias, participa na inauguração da feira, devendo reunir-se até quarta-feira, em Luanda, com membros do Governo angolano.

Para esta edição da FILDA há ainda registo de 25 empresas da África do Sul e cerca de duas dezenas de Itália, além de expositores da Turquia, Suécia, Alemanha, Holanda, Reino Unido, Rússia, Gana, Uruguai, Brasil e Estados Unidos, entre outros.

A edição de 2018 tem a particularidade de decorrer numa área de 28.000 metros quadrados da ZEELB, a 30 quilómetros do centro de Luanda, que segundo o Governo angolano representa um modelo económico voltado para a criação de ‘clusters’ industriais, sendo apresentadas como catalisadoras do crescimento económico.

A edição de 2017 realizou-se no final de julho, em plena marginal junto à baía da capital angolana, juntando cerca de uma centena de empresas. Em 2016, a crise em Angola levou mesmo ao cancelamento do evento, que em anos anteriores chegou a movimentar, enquanto expositores, cerca de 1.000 empresas.

A inauguração da feira está prevista para as 11:00 locais (mesma hora em Lisboa) de terça-feira e a organização aguarda por mais de 6.000 pessoas por dia, entre estudantes, profissionais e empresários.

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em INTERNACIONAL


Dois soldados norte-americanos mortos no Afeganistão
NATO não identifica os militares, dizendo apenas que foram mortos “durante uma operação”, sem especificar o local ou as circunstâncias...


Iraque. Naufrágio de ferry no rio Tigre provoca quase uma centena de mortos em Mossul
Os passageiros cruzavam o rio com destino aos parques onde as famílias tradicionalmente fazem piqueniques para celebrar o Ano Novo persa. O ministro da Justiça ordenou a prisão de nove trabalhadores da empresa de ferries e impediu os proprietários ...


Coreia do Norte abandona gabinete de contacto com a Coreia do Sul
As autoridades sul-coreanas lamentaram a decisão, para a qual, disseram, o Norte não apresentou quaisquer razões...


Donas de Almaraz acordam prolongar funcionamento da central nuclear
O acordo entre as elétricas Iberdrola, Endesa e Naturgy permite estender a vida útil dos dois reatores da central e aponta para uma projeção de investimentos de 400 milhões de euros, com uma oscilação de 50%...

 
 
 

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE