Rondônia, - 10:00

 

Você está no caderno - @realdonaldtrump Fim do Mundo
Internacional
Trump recebe Macron com acordo nuclear iraniano, Síria e comércio na agenda
Publicado Segunda-Feira, 23 de Abril de 2018, às 06:01 | Fonte Expresso 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=347254&codDep=68" data-text="Trump recebe Macron com acordo nuclear iraniano, Síria e comércio na agenda
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

PETER DEJONG/AFP/GETTY IMAGES

 

O Presidente dos EUA, Donald Trump, recebe esta segunda-feira o Presidente de França, Emmanuel Macron, na Casa Branca para uma visita de três dias. A visita, que deverá ser dominada pelas diferenças entre os EUA e a Europa no comércio e no dossiê nuclear iraniano, representa a primeira vez que Trump acolhe uma visita de Estado desde que tomou posse em janeiro de 2017.

Na noite do primeiro dia, Trump e Macron farão uma refeição evocativa em Mount Vernon, a casa de George Washington, o primeiro Presidente dos EUA e comandante da Guerra Revolucionária cuja aliança com a França foi fundamental para a vitória sobre os britânicos. Na terça-feira, além das reuniões na Casa Branca, os dois líderes farão uma conferência de imprensa conjunta. E na quarta-feira, o Presidente francês falará no Congresso, coincidindo com o dia em que o general francês Charles de Gaulle também discursou no Congresso, a 25 de abril de 1960.

Emmanuel Macron tentará salvar o acordo nuclear do Irão, alcançado em 2015 com os EUA e cinco outras potências mundiais, que coloca restrições ao programa nuclear de Teerão em troca do alívio de sanções. Trump já prometeu rasgar esse acordo, a menos que os aliados europeus o fortaleçam até meados de maio. Em declarações à FOX News, Macron disse no domingo que seria melhor proteger o acordo com o Irão em vez de o rasgar, sublinhando não haver “plano B” para o substituir.

O Presidente francês também quer convencer Trump a isentar os países europeus das tarifas sobre o aço, que fazem parte do plano do Presidente dos EUA para reduzir os crónicos défices comerciais com países de todo o mundo, principalmente com a China.

A questão síria também deverá estar em cima da mesa, menos de duas semanas depois de os EUA, França e Reino Unido terem lançado ataques aéreos em retaliação por um alegado ataque com armas químicas que matou dezenas de pessoas em Douma, na Síria.

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em @realdonaldtrump Fim do Mundo


Congresso Mundial Judaico elogia Trump por mudar embaixada para Jerusalém
...


Trump diz que não permitirá que EUA se tornem “campo de imigrantes”
...


Quem se importa com os fatos?
...


Procurador especial cogita intimar Trump para depor, diz ex-advogado
...

 
 
 

 


 


::: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE