Rondônia, - 16:21

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
“Viktor, desaparece! Nós somos a maioria”: manifestação histórica na Hungria
Publicado Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, às 05:55 | Fonte Expresso 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=346863&codDep=24" data-text="“Viktor, desaparece! Nós somos a maioria”: manifestação histórica na Hungria
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

LASZLO BALOGH / GETTY

E a outra Hungria, aquela que não votou em Viktor Orbán. Segundo os organizadores, cerca de cem mil pessoas saíram para as ruas de Budapeste para contestar, na noite de sábado, a reeleição do presidente do país. Trata-se da uma das manifestações mais importantes dos últimas anos neste país da Europa Central, que tem 9,8 milhões de habitantes.

"Viktor, desaparece! Nós somos a maioria", gritava uma juventude zangada numa madrugada de primavera. Slogans hostis à maioria eleitoral de Orbán, largamente reconduzido a 8 de abril com 49,9% dos votos.

Bandeiras e faixas denunciavam a corrupção da "máfia" do partido do primeiro-ministro. Os manifestantes incentivaram os chefes da oposição a pôr de lado as suas diferenças para permitir uma união. A cólera e frustração eram palpáveis durante todo o cortejo.

"A Hungria precisa de mais democracia", afirma Aron Demeter, da Amnistia Internacional, que vê já a sua imprensa livre partir por um caminho pouco desejável, nomeadamente com os jornais da oposição a fecharem as portas.

Os manifestantes reclamavam por novas eleições mais justas e fiáveis.

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em INTERNACIONAL


Para o Governo espanhol pedido de desculpa da ETA é prova da força do Estado de direito
...


ETA reconhece danos e pede desculpa às vítimas
...


“Quando sabes que não fizeste nada de errado como é que é suposto reagires?”
...


Presidente da África do Sul regressa a casa para lidar com protestos violentos
...

 
 
 

 



 


::: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE