Rondônia, - 16:21

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Putin: “Será inevitável o caos nas relações internacionais” se houver novos ataques na Síria
Publicado Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, às 05:55 | Fonte Expresso 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=346862&codDep=24" data-text="Putin: “Será inevitável o caos nas relações internacionais” se houver novos ataques na Síria
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

GETTY IMAGES

 

Vladimir Putin, Presidente da Rússia, voltou a falar sobre o ataque conduzido pelos Estados Unidos no sábado de madrugada contra algumas instalações militares do exército sírio, do qual a Rússia é aliada na Guerra da Síria. Depois de uma chamada telefónica com o Presidente iraniano, Hassan Rouhani, os dois líderes concordaram em emitir um comunicado em que consideram o ataque um “ato ilegal” que “danifica seriamente as possibilidades de um acordo político na Síria”, escreveu a agência de notícias russa RIA. Vladimir Putin disse ainda, segundo a mesma fonte, que “se estas ações, cometidas em violação das regras da ONU, continuarem, será inevitável o caos nas relações internacionais”.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas esteve reunido de emergência no sábado e Nikki Haley, embaixadora dos Estados Unidos das Nações Unidas, não desarmou. “Se o regime sírio voltar a usar gases venenosos, estamos armados e prontos a disparar”, disse. Por outro lado, Bashar al-Jaafari, embaixador da Síria na ONU, frisou que a intervenção dos aliados constituía “um ataque contra a lei internacional” e pediu aos três países envolvidos nos ataques (Estados Unidos, Reino Unido e França) que parassem de apoiar terroristas na Síria”.

O ataque na madrugada de sábado visou alvos associados à produção de armas químicas na Síria, em resposta ao alegado ataque com essas mesmas armas contra a cidade de Douma, em Ghouta Oriental, onde ainda se concentravam alguns dos rebeldes que, desde 2011, têm lutado contra o regime de Bashar al-Assad. O ataque terá provocado perto de meia centena de mortos e ferido outras 500 pessoas. Tanto o Irão como a Rússia apoiam as tropas de al-Assad.

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em INTERNACIONAL


Para o Governo espanhol pedido de desculpa da ETA é prova da força do Estado de direito
...


ETA reconhece danos e pede desculpa às vítimas
...


“Quando sabes que não fizeste nada de errado como é que é suposto reagires?”
...


Presidente da África do Sul regressa a casa para lidar com protestos violentos
...

 
 
 

 



 


::: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE