Rondônia, - 16:23

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
Em SP, Alckmin perde para Lula e empata com Bolsonaro, diz Datafolha
Publicado Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, às 05:38 | Fonte Veja.com 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=346847&codDep=19" data-text="Em SP, Alckmin perde para Lula e empata com Bolsonaro, diz Datafolha
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) (Adriana Spaca/Brazil Photo Press/LatinContent/Getty Images)

 

Eleito governador de São Paulo três vezes, o pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, deve colocar as barbas de molho em seu próprio quintal eleitoral. Conforme a nova pesquisa do Datafolha, divulgada na madrugada deste domingo, os paulistas dão indicativos de que não entregarão tão facilmente uma nova vitória no estado a um presidenciável tucano, como tem ocorrido desde 2006.

No maior colégio eleitoral do país, com 22,5% do eleitorado, Alckmin fica atrás ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso em Curitiba, em um dos cenários testados pelo instituto de pesquisas para São Paulo, e empata dentro da margem de erro com o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), a ex-ministra Marina Silva (Rede) e o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa (PSB).

Neste cenário, que considera a improvável candidatura de Lula ao Planalto, o petista aparece com 20% das intenções de voto dos paulistas, seguido por Bolsonaro, com 14%, Alckmin (13%), Marina (11%) e Barbosa (11%). A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Na conjuntura com a troca de Lula pelo ex-prefeito paulistano Fernando Haddadcomo candidato do PT, Geraldo Alckmin e Jair Bolsonaro empatam, cada um com 16% da preferência, seguidos dentro da margem de erro por Marina Silva, que aparece com 13% das intenções de voto no estado.

O ex-governador paulista só aparece numericamente à frente de Bolsonaro no cenário em que o candidato petista é o ex-governador da Bahia Jaques Wagner ou quando o PT não tem candidato próprio. Neste caso, Geraldo Alckmin tem 17% da preferência, ante 16% de Bolsonaro e 14% de Marina.

Com a histórica dificuldade dos candidatos tucanos em conseguirem vitórias, ou ao menos derrotas “por pouco” no Nordeste, um revés de Alckmin ou uma vitória apertada em São Paulo poderão ser fatais às suas pretensões presidenciais.

O Datafolha ouviu 1.954 eleitores em 68 municípios de São Paulo entre quarta-feira (11) e sexta-feira (13).

SP Capital

Considerando apenas a capital paulista, que elegeu o ex-prefeito tucano João Doria em primeiro turno em 2016, os números também não são positivos a Geraldo Alckmin. No cenário com Lula candidato, o petista lidera com 23% da preferência dos paulistanos, seguido por Joaquim Barbosa (12%), Alckmin (11%), Jair Bolsonaro (10%) e Marina Silva (10%). Neste caso, a margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Com o ex-presidente fora da disputa, o Datafolha mostra Marina e Barbosa com 13%, Alckmin com 12%, Bolsonaro com 10% e Ciro Gomes com 9% na cidade de São Paulo.

Na cidade de São Paulo, o Datafolha fez 1.031 entrevistas.  A pesquisa está registrada no TSE sob número SP 04706/2018

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em POLÍTICA


STJ manda denúncia contra Perillo para a primeira instância
...


Ex-presidente do Grupo Positivo prepara candidatura ao Senado
...


Barbosa diz não estar convencido de que deve ser candidato
...


A especialista em ‘mundo árabe’ merece negociar com o Estado Islâmico
...

 
 
 

 



 


::: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE