Rondônia, - 14:18

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Chefe de gangue japonês identificado por tatuagens é preso na Tailândia
Publicado Sexta-Feira, 12 de Janeiro de 2018, às 10:40 | Fonte DO G1 Por France Presse 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=341197&codDep=24" data-text="Chefe de gangue japonês identificado por tatuagens é preso na Tailândia
  
  WhatsApp - (69) 9201-1314
 

Shigeharu Shirai é apresentado pelas autoridades (Foto: AP Photo)

 

 

Um yakuza japonês que fugiu para a Tailândia há 13 anos foi preso graças às fotos de suas tatuagens, que viralizaram na internet.

Shigeharu Shirai, de 72 anos, foi preso na quarta-feira (10) em Lopburi, uma pequena cidade no centro da Tailândia, conhecida pelas centenas de macacos que passeiam por suas ruas.

"O suspeito admitiu ser o chefe da Yakuza Kodokai", disse nesta quinta-feira Wirachai Songmetta, porta-voz da polícia tailandesa. Esta facção faz parte de um dos grandes grupos da Yakuza, o Yamaguchi-gumi.

As autoridades procuravam Shirai por, entre outros crimes, seu papel no assassinato de um rival em 2003. "O suspeito não confessou o assassinato, mas reconheceu que a vítima o ameaçava", acrescentou o porta-voz da polícia.

Pouco depois do assassinato, Shigeharu Shirai desapareceu e refugiou-se na Tailândia, onde se casou.

O segredo de seu paradeiro parecia bem guardado até que um jornal local publicou uma foto desse homem magro jogando damas na rua, com o corpo cheio de tatuagens e uma das mãos sem o dedo mínimo, o popular mindinho.

A imagem foi compartilhada mais de 10 mil vezes na internet e chamou a atenção da polícia japonesa, que pediu às autoridades tailandesas que o investigassem.

Shigeharu Shirai, que não tinha passaporte ou visto, foi preso, oficialmente por ter entrado ilegalmente no país, e agora será extraditado para o Japão.

De acordo com a polícia tailandesa, o gângster era discreto desde a sua chegada ao país, há 13 anos, e recebia dinheiro de um japonês que o visitava duas ou três vezes por ano.

Como os mafiosos italianos ou a tríade chinesa, os yakuzas japoneses vivem principalmente de jogos de azar, drogas e prostituição, mas também participam de operações imobiliárias ou de extorsão de empresas.

 

 

 

 

Shigeharu Shirai é apresentado (Foto: AP Photo)

Shigeharu Shirai é apresentado (Foto: AP Photo)

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em INTERNACIONAL


“Barco fantasma” norte-coreano é achado no Japão com 7 mortos
...


Duplo ataque a bomba deixa mortos no centro de Bagdá
...


Os tradicionais bolinhos japoneses de Ano Novo que podem matar
...


Madri manterá tutela da Catalunha se Puigdemont governar à distância, alerta Rajoy
...

 
 
 

 



 


::: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE