Rondônia, - 00:58

 

Você está no caderno - Usinas do Madeira
Falha em distribuição e o blecaute em SP
Por falha em distribuição; energia gerada em Rondônia pode deixar o Sudeste às escuras
De acordo com o ONS, o Operador Nacional do Sistema Elétrico, a limitação na energia será por tempo indeterminado, pois as concessionárias terão ainda que estudar uma nova área para instalar o equipamento.
Publicado Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017, às 08:33 | Fonte Repórter Amazônia 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=337929&codDep=28" data-text="Por falha em distribuição; energia gerada em Rondônia pode deixar o Sudeste às escuras
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Amazônia.org

linhas de transmissão

Em nota enviada nesta terça-feira (24), a Santo Antônio Energia afirmou que “a capacidade de geração da Hidrelétrica Santo Antônio se mantém inalterada. A restrição informada se refere ao sistema de transmissão da energia gerada pelas usinas do Madeira para a região Sudeste. Diante desta situação, cabe exclusivamente ao ONS – Operador Nacional do Sistema, fornecer as informações necessárias, bem como equalizar o despacho das geradoras em todo o país.” *

De acordo com o ONS, o Operador Nacional do Sistema Elétrico, a limitação na energia será por tempo indeterminado, pois as concessionárias terão ainda que estudar uma nova área para instalar o equipamento.

O projeto de escoamento de eletricidade de Jirau e Santo Antônio, que liga Rondônia a Araraquara, em São Paulo, conta com duas duplas de linhões. Mas a segunda dupla foi fixada numa área em que o solo é impróprio para a instalação de placas de granito.

Os linhões contam com um equipamento chamado eletrodo de terra, que é responsável por regular a corrente a ser escoada pelos outros dispositivos dentro da hidrelétrica. Essa placa de granito causou interferência no funcionamento do eletrodo, o que comprometeu a segurança na operação da dupla de linhões atingida pela falha.

Com uma única dupla de linhões funcionando, o risco é que a outra fique sobrecarregada e pare de funcionar. Por isso, a capacidade foi limitada de 6.300 para 4.700 megawatts.

O ONS diz que a medida emergencial ajudará por algumas semanas, mas o risco de blecaute é iminente, porque ate que as usinas estudem o local para a instalação e terminem as obras, os linhões em funcionamento já teriam excedido a capacidade máxima.





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Usinas do Madeira


Hidrelétrica de Santo Antônio em Rondônia não pagou as indenizações devidas à população afetada, diz MPF
Recomendação foi expedida para a Agência Nacional de Águas porque a Santo Antônio Energia não pagou as indenizações devidas à população afetada pelos impactos da barragem da hidrelétrica...


UHE Jirau recebe 6º batalhão de Infantaria de Selva
Uma das missões do 6º BIS é dar proteção às infraestruturas de interesse nacional...


AGU e Eletrobras recorrem contra suspensão da venda de distribuidoras
Liminar da Justiça do Rio de Janeiro suspendeu o leilão das distribuidoras da Eletrobras. Estatal pretendia fazer a venda até o dia 31 de julho....


Usina Jirau divulga Plano de Ação de Emergência
Representantes do órgão também receberam o documento durante sua divulgação...

 
 
 

 


 


::: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE